setembro 25, 2021

970×90

Lauro de Freitas começa distribuição de kits alimentação para 28 mil alunos da rede municipal

Lauro de Freitas começa distribuição de kits alimentação para 28 mil alunos da rede municipal

Pais de alunos da rede municipal de ensino de Lauro de Freitas iniciaram a retirada dos kits alimentação na manhã desta sexta-feira (11). Neste primeiro dia, foram beneficiados alunos das creches Vovó Ana, Infância Feliz e Vovó Ciça, no Centro, além das escolas Pato Donald, José Ramos e Centro de Atenção Integral à Criança (CAIC), em Itinga. Neste sábado (12), os alimentos serão entregues nas creches: Porto Feliz, Nossa Senhora das Graças, CEIAB, Rotary do Quingoma e Cidade Nova.

O benefício composto por nove itens – arroz, feijão, açúcar, café, leite em pó, macarrão, biscoito salgado, flocão de milho e proteína de soja – substitui a merenda escolar de 28 mil estudantes diante da suspensão das aulas presenciais causada pela pandemia.

O kit representa a principal fonte de alimentação da família da dona de casa Ana Carolina Silva. Mãe dos estudantes Maicon Vinícius, Mirian Silva e Marcos Eduardo, ela foi acompanhada pela vizinha ao CAIC para fazer a retirada dos três kits.

“O kit alimentação dos meus filhos é uma ajuda e tanta. Com ele, economizo nos gastos com mercado e ainda uso o dinheiro para comprar outras coisas que os meninos precisam”, contou.

Dados da Secretaria Municipal de Educação (Semed) indicam que desde o início da pandemia, em março de 2020, mais de 258 mil kits foram distribuídos. Com essa nova remessa, a pasta pretende alcançar 280 mil entregas. Diante da crescente do desemprego, a iniciativa é essencial para garantir a alimentação das crianças que estudam de casa, através das aulas remotas, conforme comentou o coordenador executivo da Semed, Vitor Veiga.

O aposentado José Carlos Santos, que retirou o benefício na unidade de ensino de Vilas do Atlântico, elogiou a celeridade e os protocolos adotados na entrega. “Rápido e seguro. Sem contar que é uma iniciativa muito bonita da prefeitura, nesse período de pandemia”, contou.

No local, ao retirar o kit do filho, a desempregada Flávia Fiuza comentou que a alimentação ajuda no orçamento da família. “E mostra que a prefeitura está olhando para quem mais precisa nesse momento difícil”.

Os gestores de cada unidade escolar fazem contato diretamente com os pais para articular a entrega, e adotam todos os protocolos de segurança orientados pelos órgãos de saúde para diminuir o contágio da Covid-19. Por isso, a estratégia de entrega é feita de forma escalonada.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde