setembro 25, 2021

970×90

Lauro de Freitas inicia neste sábado vacinação de puérperas e gestantes sem comorbidades

Lauro de Freitas inicia neste sábado vacinação de puérperas e gestantes sem comorbidades

Neste sábado (08), a vacina contra a Covid-19 continua em Lauro de Freitas nos quatro drives das 8h às 15h. A novidade é que a imunização será ampliada para gestantes e puérperas sem comorbidades e lactantes com comorbidades, a partir de 18 anos.  Este novo público deve apresentar a documentação habitual exigida e relatório médico.

“Para salvar vidas é necessário estarmos bem, íntegros e com saúde. Nossa profissão atua na linha de frente no combate à pandemia e receber essa vacina torna nosso trabalho mais tranquilo”, declarou o sargento Cardoso lotado no Subgrupamento de Bombeiros  Militar em Lauro de Freitas ao receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19, nesta sexta-feira (07). Hoje também foram imunizados guardas municipais e salva-vidas.

 Além dos bombeiros, pessoas com idade igual ou superior a 59 anos, profissionais de saúde autônomos e trabalhadores da educação integram o público alvo da atual fase do Plano Municipal de Vacinação. “A vacina traz a expectativa de dias melhores e também nos mostrou o quanto podemos ser felizes valorizando o que temos”, afirmou a professora da educação infantil, Dinalva Lemos que recebeu hoje a primeira dose.

Nos quatro drive-thrus montados no Ginásio de Esportes do Aracui, no Colégio Dois de Julho na Itinga, na Escola Municipal Esfinge e no Terminal Rodoviário em Portão, a vacinação seguiu em ritmo acelerado, o que foi elogiado por quem aguardava sua vez, como a dona de casa Rosa Lúcia, de 59 anos. “Lauro de Freitas está de parabéns, dando show na vacinação. Semana passada acompanhei meu marido e foi muito rápido também”, relatou.

Para ser imunizado, basta ser integrante de um dos grupos prioritários e se dirigir a um dos pontos de vacinação munido de documento de identificação com foto, cartão SUS e comprovante de residência. Profissionais da educação devem ter o nome na lista divulgada pela instituição pública ou prova da instituição de ensino em que trabalham. Para pessoas com comorbidades e deficiências o esquema solicita a apresentação do relatório médico atualizado e ter acima de 18 anos.

Confira outros públicos

Continuam sendo imunizadas: pessoas com 59 anos ou mais, nascidos até 31 de dezembro de 1961; pessoas com comorbidades acima de 18 anos; profissionais da educação; profissionais de saúde autônomos (médicos, fisioterapeutas, dentistas, enfermeiros, farmacêuticos, auxiliares e técnicos de enfermagem, auxiliares e técnicos de saúde bucal, nutricionistas, psicólogos, fonoaudiólogos, biomédicos e técnicos em radiologia).

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde