junho 12, 2021

970×90

Lauro de Freitas mantém vacinação no feriado. Agora é a vez de pessoas com 57 anos ou mais

Lauro de Freitas mantém vacinação no feriado. Agora é a vez de pessoas com 57 anos ou mais

Toda a equipe de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde de Lauro de Freitas estará a postos, nesta quinta-feira (03), feriado nacional de Corpus Christi, para acelerar a imunização no município. Nos quatro drives instalados na cidade poderão ser vacinadas pessoas com 57 anos ou mais, nascidas até 31 de dezembro de 1963, e trabalhadores da educação pública (municipal, estadual e federal) e da rede privada municipal que por algum motivo não puderam comparecer nas convocações anteriores.

O município recebeu na manhã desta quarta-feira (2), um novo lote com 4.670 doses do imunizante Oxford/AstraZeneca, para aplicação da 1ª dose, e já no período da tarde vacinou o público acima de 58 anos e os trabalhadores da educação.

A vacinação nesta quinta vai das 8h às 13h, na Quadra da Escola 2 de Julho, na Itinga, no Ginásio de Esportes do Aracuí, Centro, no Terminal Rodoviário, em Portão, e na Escola Municipal Esfinge, em Areia Branca. Para ser vacinado é preciso levar documentos básicos, como identidade com foto, CPF ou cartão SUS, e comprovante de residência. Trabalhadores da educação da rede privada devem apresentar contracheque atualizado.

Tempo nublado, mas boa procura

Nem mesmo o tempo nublado e chuvoso desta tarde de quarta-feira (02), foi capaz de conter as expectativas e esperanças das pessoas que foram até um dos drives receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19 em Lauro de Freitas. Com a adesão do público composto por pessoas com idade igual ou superior a 58 anos e professores da rede privada de ensino, o município amplia o Plano Municipal de Vacinação e se mantém entre as cidades que mais rapidamente imunizam na Bahia.

Na fila, aguardando sua vez para receber a proteção, a professora de ballet clássico Nisan Ribeiro era puro sorriso. Dando aulas de forma remota há mais de um ano, ela diz que não vê a hora de poder estar junto aos alunos novamente. “A vacina nos dará uma chance de voltarmos à nossa vida. Queremos que todos tenham a oportunidade de se vacinar”, disse.

Já para a professora Taciana Cabral, a sensação era um misto de sentimentos. “Estou alegre e ao mesmo tempo ansiosa e confesso que já tive medo. Mas a ciência é avançada e as vacinas se mostraram seguras e com bons resultados ao redor do mundo. Agora é só ter fé e acreditar”, falou.

Também nesta quarta, pela manhã, Lauro de Freitas também vacinou com a primeira dose profissionais da educação das escolas municipais Ana Lúcia Magalhães, Senhora Valentina, Euzébia Brito e Jardim Ipitanga que por algum motivo não foram vacinadas antes. Esse grupo recebeu a dose na Escola Dois de Julho na Itinga. “Eu estive no drive no dia da chamada para minha categoria, mas infelizmente a vacina acabou próximo à minha vez, então esperei uma nova oportunidade e hoje ocorreu. Estou muito feliz”, contou a merendeira Rosineide Brito.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde