julho 30, 2021

970×90

Lauro de Freitas promove live sobre o Mapeamento Municipal de Organizações Negras nesta quarta-feira (16)

Lauro de Freitas promove live sobre o Mapeamento Municipal de Organizações Negras nesta quarta-feira (16)

Reconhecida como uma das cidades mais negras fora da África, Lauro de Freitas abriga mais de 400 terreiros e uma riqueza afro cultural vasta e diversificada. Para conhecer detalhadamente as manifestações de matriz africana, a Superintendência de Promoção de Política de Igualdade Racial promove, desde maio, o Mapeamento  Municipal de Organizações Negras. Nesta quarta-feira (16), às 16h,  uma live sobre o tema será transmitida no canal do YouTube da Prefeitura  para sanar as dúvidas do processo e dialogar sobre as diretrizes.

A superintendente de Promoção de Políticas de Igualdade Racial, Aline Santos, explica que a intenção da iniciativa é que a partir da catalogação das entidades de representatividade negra na cidade, seja possível elaborar políticas públicas mais eficazes e captar recursos para a execução. Grupos, coletivos e terreiros podem contribuir  com informações através do endereço https://forms.gle/TLSk9qs2JKXSdUxZ7.

“Não é necessário que essa organização seja registrada ou tenha CNPJ para participar deste processo, nós queremos justamente poder auxiliar aqueles que não têm registro e regularizar para que eles possam avançar. A regularização possibilita uma vida ativa e participante em relação a editais, por exemplo”, explicou. 

Até o momento apenas 40 entidades realizaram o cadastro na internet. Aline destaca que a estratégia será ampliada para nova fase, com idas de equipes técnicas a campo em busca de auxílio de representatividades das comunidades para que o registro seja feito com o maior número possível de entidades existentes.

“O município atualmente possui cinco pólos de identidade – Centro, Itinga, Vida Nova, Portão e Areia Branca. Nós iremos conversar com as lideranças, buscar esse suporte. Não temos o número real, mas a estimativa é bem além do que temos atualmente cadastrado”, comentou. As inscrições pela internet seguem até novembro. 

Além de Lauro de Freitas, durante a live, representantes dos municípios de Riacho de Santana, Amargosa, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Caetité e Pojuca vão expor suas experiências com o mapeamento. “Todas estas cidades estão em fase de execução do mapeamento. A intenção da live é trocar experiências, conhecer as estratégias de mobilização utilizadas por estes municípios para alcançar o público alvo e tirar dúvidas daqueles que querem participar”, completou Aline. 

 

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde