dezembro 03, 2021

970×90

Lauro de Freitas reforça prevenção à dengue com Semana de Combate ao Aedes Aegypti

Lauro de Freitas reforça prevenção à dengue com Semana de Combate ao Aedes Aegypti

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesa), Lauro de Freitas registrou em 2020 mais de cem casos de dengue, 200 de chikungunya e 16 da doença aguda provocada pelo zika vírus. Estas arboviroses são transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti.

Diante do alerta, desta segunda-feira (07) até a sexta-feira (11), a Prefeitura de Lauro de Freitas realiza a Semana de Combate ao Aedes, com ações integrativas entre secretarias e departamentos com foco educacional e preventivo.

O mote da campanha este ano é “Lauro contra o Mosquito”. De acordo com a secretária da Sesa, Maria Isabel Andrade, a mobilização proposta para 2020, devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus não terá atividades que gerem aglomerações. As estratégias foram adaptadas ao contexto atual, com foco especial no controle da proliferação do mosquito transmissor dessas doenças.

“As três doenças são transmitidas pela picada do mosquito Aedes Aegypti, cuja população é considerada endêmica no município. A única forma de evitar essas três doenças é através da eliminação da água acumulada em lixo, entulho, calhas e outros locais”, alertou.

Durante a Semana de Combate ao Aedes, os departamentos da Sesa farão ações nas unidades de saúde, na sede da secretaria e nas ruas. “Nos postos de saúde, nossas equipes farão salas de espera sobre o tema com palestras e abordagens. Teremos panfletagens educativas pelas ruas em locais estratégicos, intensificação da inspeção de locais propícios à proliferação do mosquito, com aplicação de larvicida, eliminação de criadouros e orientações”, pontuou Isabel.

Isabel, que também é médica, alerta para a possibilidade de aumento dos casos de arboviroses durante o Verão se não houver prevenção e trabalho em conjunto com toda a população. “Estamos nos aproximando do período de maior risco, que é a estação do Verão. A estratégia reforçará a necessidade de uma rotina de eliminação de criadouros para aumentar a cobertura do município livre do vetor da dengue, zika e chikugunya”, falou.

Jornalista Giovanna Reyner
ASCOM/PMLF
06/12/2020
www.laurodefreitas.ba.gov.br

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde