outubro 24, 2021

970×90

Lauro de Freitas vacina mais de 800 pessoas na repescagem e alcança 94,3% do público acima de 18 anos

Lauro de Freitas vacina mais de 800 pessoas na repescagem e alcança 94,3% do público acima de 18 anos

“Essa é uma oportunidade para, quem não pôde vir antes, não deixar de se vacinar”, declarou o aposentado, Antônio Silva de 65 anos ao receber, na manhã desta quinta-feira (16), a primeira dose da proteção contra a covid-19 no Terminal Rodoviário de Portão. A repescagem, que também aconteceu no drive da Associação de Moradores de Areia Branca, atraiu 816 pessoas, que assim como seu Antônio não deixaram para depois e foram receber a proteção.

Durante toda manhã, o movimento foi tranquilo no drive de Portão. Aguardando sua vez de tomar a dose, o caminhoneiro Bartolomeu Cruz, 54 anos, contou que devido às viagens que faz pela profissão, não pôde vir antes. “Lá em casa, todos já estão vacinados, só faltava eu. Passei muitos meses fora, de cidade em cidade, e isso atrapalhou um pouco, mas hoje pude vir e não perdi tempo”, falou.

O jovem casal, Felipe Almeida e Suane Santos, 19 e 18 anos, deixaram o trabalho para mais tarde hoje e foram se vacinar. “Sempre é difícil tirar o dia para vir se vacinar, mas não poderíamos protelar mais”, disse Felipe. O mesmo fez o estudante Lucca Ramira, 18 anos. Ele aproveitou a repescagem e pediu para sair mais cedo da escola. “A vacina é algo que neste momento deve vir em primeiro lugar, por nós mesmos e pelo coletivo”, frisou.

De acordo com o coordenador da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (Sesa), Daniel Assis, a repescagem é uma estratégia para alcançar o público maior de 18 anos que por algum motivo ainda não tomou a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

“Nós temos um índice satisfatório de vacinação, mas também há pessoas que ainda não conseguiram tomar a primeira dose. Por isso, organizamos um dia específico de chamamento dessa população. A vacinação é o caminho de combate da pandemia e é importante que todas as pessoas, que pertencem a esses grupos, recebam a proteção, além disso já existem critérios que exigem a comprovação da vacina, como a participação em grandes eventos, por exemplo”, disse.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde