setembro 23, 2019

970×90
Últimas Notícias

Lavagem da Lagoa dos Patos une tradição de bairros em Lauro de Freitas

Lavagem da Lagoa dos Patos une tradição de bairros em Lauro de Freitas

Músicas de samba reggae na voz de Uílson Negrini e a percussão do grupo Comando Negro agitaram, neste domingo (10), o cortejo cultural da 14º Lavagem da Lagoa dos Patos, em Lauro de Freitas. Ala das baianas, capoeiristas e manifestações culturais de bairros do município desfilaram pelas ruas uma das mais belas tradições da comunidade. Este ano a Lavagem homenageou Clovis Bornai, líder comunitário, morador da Lagoa dos Patos há 56 anos.  

 

A prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, que não poderia faltar a Lavagem, foi abraçada pela população. “Agradeço a cada um de vocês a demonstração de carinho. Por estas ruas, no meu primeiro mandato, lembro quando entrei aqui para ajudar as pessoas a tirar a lama que chegava até os joelhos. Hoje, depois de avançar muito, estamos passando para celebrar esta tradicional festa”. Ouvindo o apelo da comunidade, a prefeita anunciou uma breve ordem de serviço de revitalização de praça e instalação de parquinho.  

Da concentração no entorno da Panificadora Dukel, o cortejo seguiu por ruas da Lagoa dos Patos e retornou para apresentações culturais e uma feijoada no mesmo ponto da partida. A festa começou há quatorze anos com a organização do babalorixá Pai Valdemir, do Terreiro Santa Bárbara. Após alguns anos, a comunidade passou a integrar a lavagem com manifestações culturais vindas de outros bairros, como o grupo Afro Azânia, da Mestra da Cultura Aidê de Portão, Associação de Capoeira Beneficente Filhos de Oxóssi de Itinga, Semente do Povo Negro – Ipitanga, Expressão Corporal de Vila Praiana, além das caretas e outras manifestações. 

 

Vestida de baiana, Clemilda Cardoso, destaca a festa como um símbolo da Lagoa dos Patos. “A Lavagem movimenta todo o bairro, desde a preparação, quando começamos a organizar as roupas das baianas, até a economia que circula no grande dia. Elielson Farias, membro do Conselho de Cultura, é um dos responsáveis por este lindo cortejo”, declarou Clemilda segurando o vaso com arranjos e a vassoura. 

 

Sirlene Lisboa, coordenadora executiva da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult), destaca o apoio da pasta. “Kit para as baianas e financiamento de apresentações culturais estão entre nossos suportes. Também ressaltamos que a Lavagem, depois da atualização do Conselho de Cultura, entrou para agenda cultural do município” enfatizou. 

 

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: