setembro 19, 2021

970×90
970×90

Lula supera Bolsonaro em potencial de voto para 2022, indica pesquisa; Moro tem taxa de rejeição de 50%

Lula supera Bolsonaro em potencial de voto para 2022, indica pesquisa; Moro tem taxa de rejeição de 50%

Uma pesquisa de opinião que mede o potencial de voto de dez possíveis candidatos nas eleições presidenciais de 2022, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva supera o atual presidente da República, Jair Bolsonaro. 

Na pesquisa, 50% dos entrevistados disseram que votariam com certeza ou poderiam votar em Lula se ele se candidatasse novamente à presidência, e 44% afirmaram que não o escolheriam de jeito nenhum. Bolsonaro aparece com 12 pontos percentuais a menos no potencial de voto (38%), e 12 a mais na rejeição (56%).

Feito pelo Ipec – novo instituto de pesquisas da estatística Márcia Cavallari (ex-Ibope) -, o levantamento não avalia um possível confronto entre Bolsonaro e Lula. Diferentemente de uma pesquisa de intenção de voto, a de potencial busca pedir o “piso” e o “teto” de aceitação de cada possível candidato. O petista, inclusive, não pode concorrer em 2022 devido à Lei da Ficha Limpa. Ainda assim, revelou que não tem intenção de se candidatar.

Assim, em vez de apresentar uma lista de candidatos e pedir ao entrevistado que aponte seu preferido, o instituto cita o nome de políticos e pergunta se o eleitor votaria nele com certeza, se poderia votar, se não votaria de jeito nenhum ou se não o conhece suficientemente para responder. A soma das duas primeiras respostas – “votaria com certeza” e “poderia votar” – é o potencial de votos de cada presidenciável.

Atrás de Lula e Bolsonaro estão Sérgio Moro (31%), Luciano Huck (28%), Fernando Haddad (27%), Ciro Gomes (25%), Marina Silva (21%), Luiz Henrique Mandetta (15%), João Doria (15%) e Guilherme Boulos (10%).

Todos esses, com exceção de Moro, que tem taxa de rejeição de 50%, são descartados como opção de voto pela maioria absoluta dos entrevistados. Já empatados tecnicamente com os 56% de Bolsonaro no quesito “não votaria de jeito nenhum” estão Marina (59%), Luciano Huck (57%), Joao Doria (57%), Ciro (53%) e Haddad (52%).

A pesquisa também mostra em quais segmentos o eleitorado dos candidatos têm mais apoio. Bolsonaro encontra mais simpatizantes entre evangélicos (53% de potencial de voto), moradores da região Sul (46%) e na faixa de renda entre dois e cinco salários mínimos (45%).

Ao todo, o Ipec ouviu 2.002 pessoas em 143 municípios do país, entre os dias 19 e 23 de fevereiro, e a margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde