setembro 25, 2021

970×90

MAIO AMARELO: estresse é uma das maiores causas de acidentes no trânsito, diz especialista

MAIO AMARELO: estresse é uma das maiores causas de acidentes no trânsito, diz especialista

Cansaço, fadiga e estresse estão entre as maiores causas de acidentes no trânsito no Brasil. O assunto foi tema da palestra ministrada pela médica psiquiatra Tabata Mascarenhas para motoristas de Lauro de Freitas, na manhã desta quarta-feira (19). A ação, no auditório Abdias do Nascimento, no Terminal Turístico Mãe Mirinha de Portão, compõe uma série de iniciativas educacionais do Movimento Maio Amarelo, desenvolvido no município pela Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Ordem Pública (SETTOP).

Segundo a especialista é necessário saber identificar os tipos de estresse. “Existe o estresse físico e o psicológico. A pessoa deve estar atenta a sinais como exaustão constante, fadiga ou um esforço acentuado do corpo para enfrentar situações conflitantes”, explicou. A médica destacou ainda os sintomas do estresse como a dificuldade para seguir uma rotina, e inquietude. “Outro fator que eleva as sensações é o consumo de álcool ou drogas” destacou Tabata.

Assistindo atentamente as explanações, o servidor público e motorista José Augusto Batista conta que passa diariamente por situações de estresse. “Trabalhar como motorista é um desafio constante. Todos os dias enfrentamos um trânsito onde as pessoas são extremamente agressivas. É necessário manter a calma e respirar fundo porque na verdade dirigimos por nós e pelo outro”, disse ele que trouxe o filho Alexandri Santos, de seis anos, para assistir a palestra. “A educação é o caminho, é importante que seja direcionado desde cedo”, acredita.

Movimento Maio Amarelo

Com o mote ‘Respeito e responsabilidade pratique no trânsito’, a diretora do Departamento de Educação para o Trânsito, Helena Souza, lembrou que o movimento acontece no município todos os anos no mês de maio distribuindo pelas ruas da cidade panfletos, faixas e cartazes, mas que devido à pandemia essas atividades foram adaptadas.

“Este ano tivemos que suspender as aulas educacionais que fazíamos em parceria com as escolas e também as corridas com bicicleta que chamavam bastante atenção para o assunto, por exemplo”, lembrou.

No auditório, a palestra foi direcionada para um pequeno grupo de motoristas. “Nós separamos um representante da categoria de cada setor laboral. Aqui temos motoristas de aplicativo, taxistas, motoristas escolares e das lotações, que fazem o transporte público local”, frisou o superintendente da Settop, Smith Neto.

De acordo com ele, as ações do Maio Amarelo este ano serão continuadas e estendidas a outros temas. “Nós estamos reunidos aqui hoje respeitando as normas de segurança para evitar o contágio da Covid-19, todos estão de máscara e respeitando o distanciamento. Em breve abordaremos outros assuntos ligados ao trânsito como direção defensiva, prevenção de acidentes e outros”.

 

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde