outubro 24, 2021

970×90

Mais de 100 voluntários se mobilizaram para limpar praias de Lauro de Freitas neste sábado (18)

Mais de 100 voluntários se mobilizaram para limpar praias de Lauro de Freitas neste sábado (18)

Uma onda de boa ação deixou as praias de Lauro de Freitas mais limpas na manhã deste sábado (18).  Mais de 100 pessoas, voluntários do projeto municipal “Lauro Limpa”, se uniram para agir em favor do meio ambiente com o recolhimento de lixo descartado de forma irregular nas praias de Ipitanga, Vilas do Atlântico e Buraquinho. O trabalho espontâneo de conscientização de banhistas para a preservação também foi feito pelos colaboradores.

Realizado no Dia Mundial da Limpeza, o projeto “Lauro Limpa” é uma iniciativa da Prefeitura de Lauro de Freitas, em parceria com o Programa Bahia. Estado Voluntário e a Ação Socioambiental Balaio Verde.  A Prefeitura recrutou os voluntários, até a última quinta-feira (16), por meio de inscrição no site do Bahia. Estado Voluntário.

Conforme explicou Diana Cunha, coordenadora do projeto de voluntariado da gestão municipal, os colaboradores foram divididos em três grupos, distribuídos pelas três praias. Antes de iniciar a ação, os colaboradores receberam orientações sobre educação ambiental e coleta seletiva, e um kit de limpeza.

Além de percorrer a extensão das praias para o recolhimento de resíduos e trabalho de conscientização, os voluntários distribuíram sacolas biodegradáveis para os banhistas. Lucia Luz ressaltou sobre sua colaboração. “Eu me inscrevi no projeto porque tenho amor e carinho pela natureza. É uma felicidade poder participar e contribuir com essa ideia”, relatou Lucia que vestiu camisa UV e chapéu combinados pela cor azul para se proteger do sol.

Preocupada com o impacto que o descarte incorreto de resíduos pode causar no desenvolvimento da biodiversidade, Kátia Camilo, coordenadora do Bahia. Estado Voluntário, destacou que “o Dia Nacional da Limpeza acontece em 180 países e Lauro de Freiras está envolvido nessa questão, comprometido com a preservação”. O secretário municipal de Governo (SEGOV), Lula Maciel, idealizou que o projeto implanta uma cultura de limpeza voluntária no município.

Segundo Luzia Moraes, coordenadora da Ação Socioambiental Balaio Verde. O tipo de lixo mais encontrado nas praias são tampinhas de garrafa, seguido por canudos, palitos de pirulito e fragmentos de plásticos. “Temos que ressaltar que o canudo é o grande vilão ecológico, a quantidade encontrada desse material no oceano é muito grande. A opção de uso de produtos biodegradáveis é melhor para o meio ambiente”, frisou.

 

 

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde