julho 04, 2020

970×90

Maternidade adapta 10 leitos para atender bebês de UTI fechada por causa de bactéria

A Maternidade José Maria de Magalhães Neto, no Pau Miúdo, adaptou 10 leitos na ala de Cuidados Intermediários, depois que a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da unidade foi fechada, há uma semana, por estar contaminada pela bactéria serratia, bastante resistente e comum em hospitais. Os bebês em estado crítico continuarão a ser atendidos, inclusive no setor de emergência.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), o espaço da UTI está passando por desinfecção. A previsão era de que o funcionamento da ala fosse normalizado nesta sexta-feira (13), mas a assessoria do órgão não garante que seja possível.

De acordo com o médico Francisco Magalhães, presidente do Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed-BA), pelo menos seis bebês morreram no ano passado em um curto período de tempo. No entanto, a Sesab não confirmou o número de óbitos relativos à infecção pela bactéria, já que os bebês internados na UTI chegam em estado crítico de saúde.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde