setembro 27, 2021

970×90

Megaoperação captura 13 criminosos envolvidos com homicídios e tráfico em Camaçari

A Operação Hipertensão deflagrada em Camaçari, prendeu 13 criminosos que atuavam no município, assassinando rivais e usuários, vendendo drogas, além de praticarem roubos, entre outros delitos. A ação tem como principal objetivo desarticular a organização criminosa liderada por Raimundo Borges dos Reis, conhecido como Capenga, capturado em setembro deste ano, na cidade paulista de Sorocaba.

Segundo a polícia, além de Capenga, que mesmo custodiado será indiciado por mais crimes contra a vida, foram presos também nesta ação Blaiane dos Santos dos Reis, 18 anos, Luciana Conceição dos Santos Souza, 39, Adriano Santos da Silva, 28, Drianderson Silva de Punho, 23, Luan da Conceição Teixeira, 26, Joaldo dos Anjos Pitangueira, 29, Walney Conceição Souza, 44, Eric dos Santos Cavalcanti, 21, Lindinaldo Camara Bispo, 34, Luciano Bispo Leão, 26, Átila Ribeiro dos Santos, 25, Ataílson Soares de Jesus, 24. Todos possuíam mandados de prisão expedidos.

portal-lf-news-noticias-lauro-de-freitas-megaoperacao-captura-13-criminosos-envolvidos-com-homicidios-e-trafico-em-camacari

De acordo com Thaís Siqueira, titular da 18 DT (Delegacia Territorial), são seis meses investigando a quadrilha, conseguindo capturar o líder e os seus principais comparsas. A delegada acrescentou que a maioria dos homicídios foi a mando de ‘Capenga’.

Ainda de acordo com a polícia, durante os cumprimentos de mandados de busca e apreensão foram recolhidos 35 kg de maconha, 2 kg de cocaína e pouco mais de 1 kg de crack. Além das equipes da 18ª DT, participaram também da operação representantes da 4ª Delegacia de Homicídios de Camaçari, da 26ª DT de Vila de Abrantes, da COE (Coordenação de Operações Especiais), além de militares do 12º BPM (Batalhão de Polícia Militar) de Camaçari e da 59ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar) de Vila de Abrantes.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde