dezembro 12, 2018

970×90

Meningite é contagiosa e pode matar; conheça os perigos da doença

A morte do filho da cantora evangélica Eyshila, no último dia 14, desencadeou uma preocupação com uma enfermidade bastante perigosa: a meningite, uma doença infecto-contagiosa que pode ser viral (contraída através de vírus) e bacteriana (contraída através de uma bactéria). Ela causa a inflamação das membranas que envolvem o cérebro  e  medula espinhal.

Na Bahia, a meningite é uma doença que deixa a Secretaria de Saúde do estado (Sesab) em alerta. De acordo com os números do órgão, foram 479 casos da doença em 2013, sendo que destes,  41 pessoas morreram. Já em 2014, foram registrados 294 casos, com 21 mortes.

EYSHILA-550x309

Os sintomas são bastante variáveis e a pessoa deve realizar os procedimentos necessários para que a doença não seja descoberta de maneira tardia, como explica a infectologista do Hapvida, Dra. Maria Alice Sena. “Os sintomas da meningite dividem-se em síndrome infecciosa, síndrome de hipertensão intracraniana e síndrome de irritação meningea, ou seja, causam sintomas relativos às infecções em geral, como febre, queda do estado geral e estado confusional, sendo importante ressaltar que em crianças menores, pode faltar a febre, sendo comum, as vezes, a ocorrência de hipotermia(queda da temperatura), irritabilidade ou sonolência excessivas”, explica a médica.

Dra. Maria Alice faz questão de ressaltar que a meningite é uma doença grave e que há riscos de morte ou de a pessoa ficar com sequelas, caso a patologia não seja tratada de maneira rápida e devida. “As meningites são doenças potencialmente graves, com risco aumentado de evolução desfavorável, diretamente proporcional a tempestividade do inicio da terapia específica. Ou seja, o diagnóstico e tratamento precoces têm impacto positivo no desfecho desta doença, sendo importante que, ao primeiro sinal sugestivo de meningite, o paciente seja encaminhado a uma unidade de saúde para pronta avaliação medica”, afirmou a médica.

A doença é contagiosa e pode ser transmitida de pessoa a pessoa, através do contato íntimo e prolongado com as secreções respiratórias do indivíduo acometido.”O tratamento da meningite está diretamente relacionado a seu agente etiológico. O tratamento das meningites bacterianas deve ser feito através da administração precoce de antimicrobianos com espectro voltado aos agentes mais prováveis para determinada faixa etária e condição clinica do paciente, e, com o intuito de diminuir a incidência de sequelas, nas maioria dos casos, deve-se administrar também corticoides.”, completou a infectologista.

Ainda segundo a Secretaria de Saúde da Bahia, o hospital referência para o tratamento de doenças infecto-contagiosas, como é o caso da meningite, é o Hospital Couto Maia que está localizado no bairro de Monte Serrat, em Salvador.

coutomaia1

Por isso o especialistas recomendam que com o aparecimento dos primeiros de sintomas meningite deve-se procurar um hospital para que um tratamento adequado.

 

Compartilhe isso
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: