agosto 25, 2019

970×90

Menstruação deixa as mulheres ‘mais fracas’ e fáceis de dominar, diz Elsimar Coutinho

Menstruação deixa as mulheres ‘mais fracas’ e fáceis de dominar, diz Elsimar Coutinho

O médico ginecologista e pesquisador Elsimar Coutinho voltou a defender, hoje (22), em entrevista à Rádio Metrópole, a supressão da menstruação como um “enorme benefício para a saúde da mulher”. O tema é um dos seus principais objetos de pesquisa desde a década de 1960 e foi abordado por ele na obra “Menstruação, a sangria inútil”, publicada em 1996.

Para Coutinho, a menstruação é um “equívoco da natureza” e a ideia de que ela seria benéfica para a mulher, popularizada pelo precursor da medicina, Cláudio Galeno, no século II, não cabe mais nos dias de hoje. “A menstruação é um fenômeno que veio com a civilização. No passado, mulheres não menstruavam porque estavam sempre grávidas”, afirmou.

O médico contou que passou a defender a supressão da menstruação após observar os benefícios na saúde das mulheres “contra tudo e contra todos”, e que o reconhecimento mundial veio no início deste ano, quando médicos norte-americanos listaram a prática como um dos maiores progressos da medicina mundial, em reportagem publicada na revista Time.

Ainda segundo o ginecologista, a menstruação causa anemia nas mulheres e faz com que elas sejam dominadas mais facilmente pelos homens. “A menstruação é boa para a saúde dos homens, que dominam as mulheres porque elas estão anêmicas. Quanto mais longa a menstruação, pior para elas, ficam mais anêmicas, mais fracas, não resistem a uma discussão física [sic], um debate, nada, porque está jogando sangue fora todo mês. Não menstrue, doe sangue, se você quer doar sangue”, disse.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: