janeiro 25, 2022

970×90

Messi sai em defesa de Lavezzi e diz que jogadores da Argentina não falam mais com imprensa

A Argentina pode ter se recuperado nas Eliminatórias da Copa do Mundo 2018 e ter vencido a Colômbia por 3 a 0, em jogo realizado em San Juan-ARG, nesta última terça-feira (15), porém o time argentino se envolveu em outra polêmica em coletiva após a partida. O capitão da equipe, o astro Lionel Messi, autor de um dos gols, disse que os jogadores não vão falar mais com a imprensa local.

“Olá, boa noite. Perdão, mas é curtinho. Preferimos olhar na cara antes de dar um comunicado, que seria algo muito frio. Como já sabem, porque aqui se sabe de tudo, estamos comunicando que não falaremos mais com a imprensa, obviamente vocês sabem o motivo. Recebemos muitas acusações e falta de respeito e nunca dissemos nada. Mas isso ultrapassa tudo. A acusação ao Pocho (Lavezzi) é muito grave e se não falamos nada vão acreditar que é assim.”, disse o camisa 10 do Barcelona ao lado de outros jogadores, inclusive o próprio Lavezzi.

“Preferimos cortar isso de uma vez. Lamentamos muito que tenha de ser assim, mas não nos resta outra opção. Sabemos que muitos de vocês não estão nesse jogo de nos faltar com o respeito… podemos ganhar, perder, jogar bem ou mal, mas se meter na vida de uma pessoa… Se não cortamos hoje, não cortaremos mais. É muito grave e e não vamos entrar nesse jogo. Vão continuar nos dizendo um milhão de coisas. Está dito. Muito obrigado”, finalizou o atacante argentino que saiu do local ao lado dos seus companheiros logo depois.

A atitude dos jogadores foi tomada depois que, no mesmo dia da partida da Argentina contra a Colômbia, o radialista argentino Gabriel Anello, da rádio Mitre, afirmou que Ezequeiel Lavezzi ficaria fora da partida contra o time colombiano por ter fumado um cigarro de maconha e esta declaração não foi bem vista pelos jogadores argentinos.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde