dezembro 16, 2018

970×90

Metrô homenageia o 2 de Julho em parceria com a Funceb

Metrô homenageia o 2 de Julho em parceria com a Funceb

“Nasce o sol a 2 de julho/ Brilha mais que no primeiro”. Os versos do Hino ao 2 de Julho (Independência do Estado da Bahia) serão interpretados por um conjunto formado por alunos e professores do Centro de Formação em Artes (CFA) da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), no dia 1º de Julho, sexta-feira, às 16h30, em meio à movimentação na Estação Pirajá do Metrô. A apresentação pega carona na programação do projeto Rota da Independência 2016, que percorre sete municípios do interior baiano e, no dia 29 de junho, contará com apresentação do grupo em Caitité.

A programação em homenagem ao 2 de Julho na Estação Pirajá do Metrô é uma iniciativa da CCR Metrô Bahia, em parceria com o Governo do Estado, e reforça a importância da valorização da cultura, da história e dos ícones baianos para a população de Salvador e Região Metropolitana.

O conjunto é formado pelos músicos Luiz Asa Branca (guitarra), Thiago Ramalho (bateria), Gleison Coelho (saxofone); Léo Jesus (Percussão); Márlon Borges (Baixo). O professor Edu Fagundes (clarinete e violão), faz a direção da apresentação.

Além do Hino ao 2 de Julho (José dos Santos Barreto e Ladislau dos Santos Titara), o repertório da apresentação instrumental temática no Metrô conta com A Night in Tunísia (DizzyGillespie), Logunedé (Gilberto Gil), Bebê (Hermeto Pascoal), Wave (Tom Jobim), Na Baixa dos Sapateiros e Aquarela do Brasil (Ary Barroso), Vera Cruz (Milton Nascimento e Fernando Brant), Chovendo na Roseira (Tom Jobim), Homenagem ao Malandro (Chico Buarque), Alma Brasileira (Villa-Lobos), Santa Morena (Jacob do Bandolim), (Ary Barroso), O Morro não Tem Vez (Tom Jobim e Vinicius de Moraes), Coisa N. 2 e Coisa N.5 (Moacir Santos).

Promovida pela Fundação Pedro Calmon com os parceiros Funceb e Instituto do Patrimônio Artístico Cultural da Bahia (Ipac), vinculadas da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), a Rota da Independência 2016 teve início em 13 de junho, em Santo Amaro, e passou por São Francisco do Conde, São Félix, Maragogipe, Itaparica. Além da exibição musical, a Funceb participa da Rota deste ano também com apresentações da Escola de Dança da instituição.

“O 2 de julho é uma data histórica que simboliza a nossa luta pelos ideais de liberdade, de justiça e de cidadania – da força integrada do nosso povo na diversidade de suas etnias por um bem comum”, considera Fernanda Tourinho, diretora da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb). A entidade está presente na festa há anos, apoiando manifestações culturais existentes nas cidades que participaram mais ativamente do processo histórico.

Serviço:
Apresentação musical temática em homenagem ao 2 de Julho
Com: Alunos e professores do Centro de Formação em Artes (CFA) da Funceb
Onde: Estação Pirajá do Metrô
Quando: 1° de Julho, 16h30

Compartilhe isso
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: