setembro 25, 2021

970×90

Movimento Julho das Pretas usa filme para debater o protagonismo e empoderamento da mulher preta

Movimento Julho das Pretas usa filme para debater o protagonismo e empoderamento da mulher preta

Mulheres negras da sociedade civil, empreendedoras e protagonistas dentro de suas comunidades participaram na manhã desta terça-feira (27), da roda de diálogos em torno do filme “A Vida e a História de Madam C.J. Walker”. A ação que integra a programação do Movimento Julho das Pretas, fomentado em Lauro de Freitas pela Secretaria Municipal de Políticas Afirmativas (Sepadhir) em transversalidade com outras secretarias, foi realizada debaixo da sombra das árvores do Parque Ecológico, em Vilas do Atlântico.

A abordagem usou como estratégia as cenas do filme, que conta a história da ativista social Madam Walker, uma mulher negra americana que luta contra a pobreza e contra as adversidades da vida para se tornar uma empresária de sucesso.

“Estamos trazendo o protagonismo das mulheres, sobretudo das mulheres pretas e suas experiências no cotidiano. É importante termos mulheres falando de suas vidas e compartilhando suas histórias, se empoderando quanto ao seu lugar de fala”, declarou a superintendente de Igualdade Social da Sepadhir, Aline Santos.

 A secretaria de Políticas para Mulheres, Juçara Neves, completa que a ação é importante para que mais mulheres sejam alcançadas. “É importante que esse momento seja executado. O filme é uma importante reflexão de persistência e valorização dos sonhos”.

Para a costureira Leilane Alves o encontro foi importante para valorizar as mulheres e encorajar para que novas empreendedoras possam se inserir no mercado. “Estar nesse ciclo hoje foi muito enriquecedor, isso me leva a acreditar que estou fazendo um trabalho que as pessoas acreditam e querem conhecer. É importante acreditarmos em nós mesmas, mas quando somos encorajadas nos fortalecemos muito mais”, declarou ela que faz bolsas de jeans estampadas com figuras de mulheres negras.

Além da roda de conversa, as mulheres puderam se cadastrar no programa do Governo do Estado ‘Compre das Minas’, que fomenta o empreendedorismo feminino e amplia a comercialização de produtos e serviços oferecidos por mulheres baianas. Para participar, basta acessar o site compredasmina.ba.gov.br e cadastrar o empreendimento. Concentrada, a culinarista Cleide Cunha que trabalha com salgados fez seu cadastro e elogiou a ação. “Eu mudei de ramo devido a pandemia, quando fiquei desempregada. Hoje sai daqui com mais força e mais vontade de prosseguir”, disse.

 

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde