outubro 17, 2021

970×90

Mulher com aneurisma cerebral aguarda há 4 meses por regulação

Mulher com aneurisma cerebral aguarda há 4 meses por regulação
No dia 15 de março deste ano a dona de casa Lucidalva da Silva Alves, de 47 anos, foi internada no Hospital Regional, em Santo Antônio de Jesus (SAJ), no Recôncavo baiano, com pressão alta e fortes dores de cabeça. Na unidade de saúde, ela foi diagnosticada com aneurisma cerebral após ser submetida a uma arteriografia, que apontou duas artérias rompidas. Sem recursos no município, os médicos do Regional apontaram a necessidade de transferência para Salvador.
 
Desde então, Lucidalva passou a sofrer também com a dor causada pela falta de regulação que viabilizasse sua vinda para a capital. “O estado dela é gravíssimo. Uma bomba relógio. Ela não pode sentir uma dor de cabeça mais forte que ficamos desesperados”, contou a sobrinha da paciente, Gil Magalhães, 32.
 
Segundo ela, que vem denunciando a situação insistentemente, o Ministério Público em SAJ determinou à Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), no dia 4 de julho, a multa diária de R$ 10 mil caso a regulação não fosse realizada em 36 horas. No entanto, nem com a determinação Lucidalva foi transferida e continua sendo monitorada no Hospital Regional. “Nós precisamos com urgência de uma transferência para Salvador”, apelou.
 
Lucidalva é casada e mãe de um rapaz. O marido, para acompanhar a esposa, deixou de trabalhar. (Bocãonews)
Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde