junho 13, 2021

970×90

Mulher presa com drogas culpa companheiro e chora

A mulher presa com um tablete de maconha prensada, 21 pinos de cocaína e 35 pedras de crack dentro de casa em Arembepe, região metropolitana de Salvador, negou que soubesse da existência da droga. Luci Cláudia Santos, conhecida como Joaninha, afirmou que os entorpecentes pertencem ao companheiro Edmilson da Silva Barreto, que estava morando em sua casa havia cinco meses.

—  Eu não estava sabendo dessa droga na minha casa. Coloquei [Edmilson] para dentro de casa a louca e nem procurei saber de nada, o rastro dele, as coisas dele e acabei colocando meus filhos em risco. Agora meus filhos estão vendo a mãe deles na televisão dizendo que é vendedora de drogas , não sendo, eu dando educação para meus filhos pra não andar no meio de traficante, no meio de gente ruim pra não passar por isso e agora eu que estou passando.

A mulher, que trabalha de ajudante de cozinha, afirmou que nunca usou droga e nem é traficante. Na delegacia, Luci Cláudia chorou de raiva e mandou um recado para o companheiro.

— Pelo amor de Deus, venha assumir uma coisa que você sabe que é seu. Meus três filhos estão precisando de mim. Por favor, se entregue, faça qualquer coisa.

De acordo com a delegada titular da 26ª DT de Abrantes, Danielle Monteiro, além do tablete de maconha, os policiais encontraram no imóvel ocupado pela mulher, na localidade Fonte das Águas, outros 14 dolões da droga, prontos para comercialização e seis celulares.

 

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde