junho 12, 2021

970×90

Município baiano de Itaberaba completa um mês sem homicídios

Trinta e um dias de completa paz em Itaberaba! Este é o resultado que o trabalho das polícias que atuam no município, que fica 264 quilômetros de Salvador, está conquistando. O índice de homicídios da cidade situada na região da Chapada Diamantina está zerado há um mês. Após intensificar o combate ao tráfico de entorpecentes e alinhar as ações conjuntamente, além de ampliar o cumprimento de mandados, a polícia conseguiu reduzir o número de mortes em 100% no período.

A frente da 12ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Itaberaba), o delegado Adolfo Barreto Nascimento, explicou que durante meses a unidade investigou quadrilhas que atuavam na região e se especializavam neste tipo de delito. “Esses grupos criminosos controlavam o tráfico de drogas e estavam ligados a diversos homicídios”, detalhou Nascimento.

Em operação denominada Set, realizada em outubro, 15 homicidas foram capturados, no município, em cumprimento a mandados de prisão preventiva. “Identificamos, inclusive, criminosos que já estavam sob a guarda da Justiça e continuavam praticando crimes de dentro dos presídios”, completou.

O coordenador destacou ainda que a integração entres as policias, Ministério Público e o Judiciário tem proporcionado resultados positivos. Para o comandante do 11º Batalhão da Polícia Militar (Itaberaba), tenente-coronel Manoel Xavier de Souza Filho, essa sintonia propiciou maior cuidado no tratamento das informações. “Manter o sigilo é importante para o resultado das diligências”, completou.

De janeiro a outubro deste ano, comparando com o mesmo período de 2015, houve um acréscimo de aproximadamente 9% no número de inquéritos remetidos para avaliação da Justiça. Este também é o efeito do trabalho integrado das forças.

A polícia também atingiu a marca de 141% a mais em prisões em flagrante. O comandante Xavier esclarece que a maior parte destas prisões ocorreu por porte ilegal de arma de fogo. “Este ano apreendemos 157”, relatou o oficial, completando que foram também intensificadas as abordagens em dias e horários com maior incidência criminal.

A instalação do Centro Integrado de Comunicações (Cicom), em 2013, também representou um grande avanço para segurança pública no município. A unidade, que centraliza os chamados da população de 27 cidades vizinhas, agiliza o acionamento de equipes da polícia, propiciando celeridade no atendimento para a população.

 

 

 

Por Marcia Santana

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde