novembro 30, 2020

970×90

Município vizinho a Lauro de Freitas lidera número de assassinatos na Região Metropolitana de Salvador

Município vizinho a Lauro de Freitas lidera número de assassinatos na Região Metropolitana de Salvador

Dos mil primeiros assassinatos do ano registrados pela SSP-BA, 356 ocorreram nas 12 cidades da RMS. Em Mata de São João, município com pouco mais de 45 mil habitantes, foi registrada a maior taxa de homicídio.

Considerando os números até 28 de junho, a taxa para os 29 homicídios na cidade é de 63,3 para cada 100 mil habitantes. A taxa da cidade é quase o dobro da registrada em toda a RMS (34,4) e quase o triplo da de Salvador (21,97).

O último homicídio registrado este ano em Mata de São João foi em 25 de junho, o 29º do ano. Fábio Gomes Ferreira, 24, foi assassinado no entroncamento da rodovia BA-093. Depois de fechado o ranking do Mil Vidas de 2016, o município registrou mais sete assassinatos, entre eles uma chacina que deixou quatro mortos .

Em números absolutos, quem lidera os homicídios é Camaçari vizinho a Lauro de Freitas. A taxa de homicídios na cidade foi de 37,2 para cada 100 mil habitantes – é a quarta maior da RMS.

Até 28 de junho foram 107 homicídios. Camaçari lidera o ranking da RMS em números absolutos, desde 2011. A taxa de homicídios na cidade foi de 37,2 para cada 100 mil habitantes – é a quarta maior da RMS, três pontos acima da taxa média da região.

Cresce o número de prisões

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) informou que acompanha a mancha criminal em Salvador e na RMS e identificou que a disputa por locais de venda de drogas, em alguns bairros, tem ocasionado um número expressivo de homicídios e que realiza operações para capturar os criminosos.

Em 2016, de 1º de janeiro a 21 de agosto, o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prendeu 489 autores de assassinatos, número 23% maior do que no mesmo período de 2015 quando foram capturados 374.

A SSP ressaltou que há um pequeno aumento nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) no primeiro semestre. Após ajustes, os índices no segundo semestre, período de 1º de julho a 9 de agosto também comparado ao ano passado, tiveram redução de 18,9% na capital. Na RMS, a diminuição de CVLIs ficou em 3,5%.

O governo tem investido nos efetivos. Contratou 1.700 PMs e 557 policiais civis serão nomeados. Vai entregar 1.400 viaturas e vai adquirir outras 400.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde