dezembro 07, 2021

970×90

‘Não vou me precipitar’, diz governador sobre decisão de liberar Carnaval

‘Não vou me precipitar’, diz governador sobre decisão de liberar Carnaval

O governador Rui Costa voltou a comentar nesta terça-feira (9), durante o programa Papo Correria, sobre a realização do Carnaval em 2022.  Segundo ele, o Estado não irá se precipitar em uma decisão sobre o assunto por enquanto, devido à estabilidade do número de contaminados e de doentes internados na UTI Covid-19 dos hospitais, nos últimos 60 dias.

“Sei que muita gente fica ansiosa, querendo que a decisão seja tomada logo. Na minha opinião, não é interessante que seja tomada logo. Primero porque o numero de contaminados está em torno de 2.500. E estamos com uma linha horizontal de 200 pessoas na UTI há mais de 60 dias. Isso significa que a doença não está caindo. Se de um lado ela não está subindo, do outro também não está caindo”, disse o governador.

Rui também explicou o motivo de não tomar decisões precipitadas pois pode gerar prejuízo para o Estado.

“Se eu anuncio ‘vai ter Carnaval’ e a situação piora no mês de dezembro e eu anuncio depois que ‘tá cancelado o Carnaval’, vou receber uma enxurrada de criticas e de processos judiciais dizendo que ‘o Estado autorizou a vender e fazer contratos e agora cancelou’, então o Estado vai ter que ressarcir os prejuízos. Se eu anúncio que não vai ter, de repente acontece o que a gente quer, o povo vai se vacinar e em dezembro a doença cai, vão me perguntar por que não vai ter, e eu já anunciei que não teria”, disse.

O governador finalizou o tema afirmando que “a vida e a saúde das pessoas estão acima dos contratos econômicos que envolvem o Carnaval”.

“A medida mais segura, mais responsável com a vida e a saúde das pessoas é aguardar a repercussão do número de pessoas na UTI e do número de contaminados. Se começar a cair, as chances de ter o carnaval aumentam. Se não, é impossível ter carnaval. Portanto, eu não vou me precipitar. Na minha cabeça, a vida e e a saúde das pessoas estão acima dos contratos econômicos que envolvem o Carnaval, concluiu.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde