dezembro 06, 2021

970×90

Neojiba reúne bandas filarmônicas no Teatro Castro Alves

Neojiba reúne bandas filarmônicas no Teatro Castro Alves

Tradicionais atrações dos desfiles cívicos por toda a Bahia, as filarmônicas são importantes agentes culturais no estado. Neste domingo (3), o Neojiba convida quatro desses grupos para um grande encontro no Teatro Castro Alves (TCA), em Salvador, do qual também participam a nova Banda Sinfônica do programa e a Banda Sinfônica da Paz, formação musical do Núcleo Bairro da Paz.

As apresentações comemoram a Independência da Bahia e começam às 14h, na sala principal do teatro, com entrada gratuita. Pela manhã, instrumentistas das bandas filarmônicas convidadas participam de capacitação ministrada por integrantes do Neojiba.

A nova Banda Sinfônica do programa reúne membros da Orquestra Juvenil da Bahia e da Orquestra Castro Alves. “As filarmônicas são fomentadores da prática musical coletiva na Bahia. Na nova Banda Sinfônica do Neojiba, vamos tocar o rico repertório dessas bandas utilizando a filosofia de excelência do programa”, explica Helder Passinho Jr., coordenador de trompetes do programa e idealizador do projeto. “Queremos nos aproximar da realidade das bandas filarmônicas e também mostrar a sua importância para o nosso estado”.

O evento consagra a aproximação entre o Neojiba e a Federação das Bandas Filarmônicas da Bahia (FEBAF-BA), representada pelas quatro convidadas: Filarmônica 4 de Janeiro (Itiúba), Filarmônica Minerva Cachoeirana (Cachoeira), Filarmônica Guerreiros do Sol (Dias D’Avila) e Banda Juvenil da Filarmônica 25 de Dezembro (Irará).

“Este encontro permite uma troca de experiências. Justamente por estar no âmbito da Rede de Projetos Orquestrais da Bahia, permite que estejamos mais próximos e alinhados com as necessidades desses grupos”, afirma Adriano Cenci, coordenador da Rede.

Parceria

Espaço de articulação e cooperação entre o programa Neojiba e parceiros, a Rede de Projetos Orquestras da Bahia foi criada em 2013. O objetivo é atender a uma demanda crescente por apoio pedagógico e orientação para qualificação e criação de projetos musicais existentes no interior do estado.

A Rede está presente em 22 municípios e 13 Territórios de Identidade e atua em parceria com 24 projetos, responsáveis pelo atendimento direto a um público estimado em 1,8 mil pessoas. Em 2015, passou a integrar a Rede Cultura Viva do Ministério da Cultura.

Neojiba

Criado em 2007 como um dos programas prioritários do Governo do Estado, o Neojiba tem por objetivo promover o desenvolvimento e a integração social, prioritariamente de crianças, adolescentes e jovens em situações de vulnerabilidade, por meio do ensino e da prática musical coletiva.

O programa beneficia 4,6 mil crianças, adolescentes e jovens em todo o estado da Bahia. É uma ação da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e tem o maestro e pianista Ricardo Castro como diretor fundador.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde