julho 28, 2021

970×90

Obra de Esgotamento Sanitário: reunião comunitária debate a preservação dos rios de Lauro de Freitas

Obra de Esgotamento Sanitário: reunião comunitária debate a preservação dos rios de Lauro de Freitas

A preservação dos rios que cortam Lauro de Freitas foi a principal demanda das lideranças que acompanharam a primeira reunião comunitária sobre a implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) no município. O encontro foi realizado pelo setor social da Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A (Embasa), através da plataforma Google Meet, nesta segunda-feira (28).

 

Uma reunião pública, que será agendada em breve, trará uma apresentação com riqueza de detalhes em relação à intervenção e o seu impacto ambiental. Segundo o engenheiro fiscal da Embasa, Tiago Teles, a questão dos rios Sapato, Ipitanga, Goró e das Lagoas da Base e dos Patos, citadas pelos moradores, serão analisadas pelo órgão e compartilhadas com a comunidade a partir dos próximos encontros.

 

“Vamos destacar quais bacias vão ser atendidas pelo sistema de esgotamento. Nosso objetivo é preservar. Por isso vamos mostrar as ruas e as bacias contempladas nesse contrato para conhecimento da população”, explicou. 

 

O encontro virtual realizado nesta segunda contou com a participação de mais de 30 munícipes e teve como objetivo apresentar informações à população sobre a obra. “A reunião é para dialogar com os moradores, informar que já começamos os trabalhos e que em parceria com a Prefeitura e com os próprios moradores, vamos trabalhar para diminuir os transtornos causados pela intervenção”, completou o engenheiro. 

 

A coordenadora executiva da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra), Rita Menezes, também ressaltou o apoio da Prefeitura no grupo de trabalho para minimizar os impactos da implantação de grande porte. Segundo ela, o trabalho em conjunto mobilizará equipes da Sedur, que vão auxiliar nas licenças necessárias, a Semarh, que cuidará da parte ambiental, e da Settop, que ajudará no ordenamento do trânsito durante as obras. 

 

Andrea Félix, assistente social da Embasa e fiscal do projeto social da obra, destacou as principais ações a serem realizadas pela pasta no município. “Além do trabalho ambiental, vamos trabalhar junto ouvindo a comunidade e com a implantação de várias iniciativas, como palestras, oficinas e orientações”. Ela também anunciou o retorno da CAD – Comissão de Acompanhamento da Obra, composta por membros da equipe social e dos munícipes.

 

O anúncio foi celebrado pelos cidadãos, principalmente aqueles que integram o núcleo na primeira fase da obra. Assim como Diva, moradora de Areia Branca, atuante na última formação. “Feliz com esse retorno, pois é um trabalho importante para nós, moradores. Como sempre, podem contar comigo!”, afirmou.

 

Reclamações, dúvidas, sugestões e informações sobre as intervenções estão disponíveis através do telefone (71) 3512-5972.

 

A obra

 

Iniciada há duas semanas, a implantação será responsável pela ampliação da cobertura do esgotamento sanitário do município, que passará de 47% para 70%. A ordem de serviço para início desta etapa foi assinada pelo governador do estado em 14 de maio, durante a entrega de mais um reservatório de águas do projeto de macrodrenagem do Rio Joanes.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde