janeiro 23, 2021

970×90

Operação apura esquema de compra de votos em Guanambi

Operação apura esquema de compra de votos em Guanambi
Uma operação apura um esquema de compra de votos para beneficiar a coligação liderada pelo candidato à prefeitura de Guanambi, Jairo Magalhães (PSB), segundo informações da coluna Satélite do jornal Correio da Bahia.
 
De acordo com a publicação, o juiz eleitoral Roberto Paulo Prohmann determinou, no último dia 22, o cumprimento de busca e apreensão na sede da empresa Ciferro Materiais de Construção, que pertence ao comerciante Luiz André Pereira Donato, irmão do ex-vereador Vá Donato, um dos aliados de Magalhães.
 
Ainda segundo o diário baiano, durante as diligências recolheram notas que reforçam as suspeitas de distribuição de cimento e caixa d’água em nome de dois políticos: o vice na chapa de Magalhaes, Hugo Costa (PSD), e o vereador Edilmar Ladeia (PSB), o Nenzinho, candidato à reeleição. Todas elas contem assinatura de eleitores e autoria de pedidos.
 
A Justiça expediu mandatos de busca na casa de Vá Donato e de Tião Nunes (PSD), que concorre à Câmara de Vereadores.
 
Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde