maio 13, 2021

970×90

Países fecham fronteiras e suspendem transportes para conter mutação do coronavírus

Países fecham fronteiras e suspendem transportes para conter mutação do coronavírus

Com a nova mutação do coronavírus identificada no Reino Unido, países da Europa e da América Latina suspenderam ontem (20) a entrada de voos com origem no território britânico.

A Holanda adotou uma das restrições mais longas, decidindo que voos oriundos do Reino Unido estarão impedidos de pousar no país até o final de 2020. Na França, houve uma suspensão de 48 horas de viagens entre os dois países por todos os meios de transporte.

A Irlanda determinou a suspensão dos voos “pelos interesses de saúde pública”, inicialmente hoje (21) e amanhã (22). Na Bélgica, o bloqueio será por 24 horas.

Na América Latina, a  Argentina, a Colômbia, o Chile e o Peru decidiram fechar as suas fronteiras aéreas com o Reino Unido. A medida entra em vigor hoje na Argentina, na Colômbia e no Peru. Já no Chile, a suspensão só vale a partir de amanhã.

No sábado (20), o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou novas restrições para conter a disseminação da variante. Há indícios de que a cepa é muito mais contagiosa em comparação à que circulava até então no país.

“Existe alguma evidência de que esta cepa pode ser mais infecciosa. Não há evidência de que seja mais mortal e não há evidência de que será mais resistente a uma vacina”, resumiu o médico Ashish Jha, da Escola de Saúde Pública da Universidade de Brown, em entrevista à CNN.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde