dezembro 08, 2021

970×90

Polícia Civil intensifica ações para prender maníaco da seringa em Salvador

Equipes do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom) da Polícia Civil intensifica ações na caçada ao maníaco da seringa em Salvador. Investigadores do Depom serão deslocados para, entre outras ações, ir até as unidades de saúde para ouvir pessoas que relatarem ocorrências dessa natureza.

O delegado Carlos Habib, diretor em exercício do Depom, informou que a Polícia Civil e a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), por meio do Hospital Geral Couto Maia (HGCM), estão trabalhando em conjunto para possibilitar a coleta do maior número de informações. “Esses dados vão subsidiar a investigação para que possamos chegar ao autor ou autores desses ataques”, explicou Habib.  No caso de ser atendida numa unidade de saúde que já conte com um posto da Polícia Civil, a vítima também será entrevistada pela equipe do posto policial, antes de ser liberada.

Os dados colhidos serão utilizados para a confecção de um retrato-falado do suspeito, o que não foi possível até o momento devido à inconsistência nas descrições de características físicas passadas pelas quatro vítimas que registraram boletins de ocorrência na 3ª Delegacia Territorial (DT/ Bonfim) e na 1ª Delegacia Territorial (DT/Barris).

O Depom também vai verificar a existência de câmeras de monitoramento nos locais onde foram relatados os ataques e solicitar a análise minuciosa das imagens. Quem tiver informações que possam auxiliar a polícia na identificação e captura do suspeito dos ataques com seringas, pode ligar para o Disque – Denúncia (3235-0000) ou para 190. Não é necessário identificar-se.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde