Prefeito de Salvador afirma que vai interditar Ferry caso serviço não seja melhorado

 Prefeito de Salvador afirma que vai interditar Ferry caso serviço não seja melhorado

A Prefeitura de Salvador multou em R$ 1 milhão o sistema Ferry-boat devido aos problemas apresentados no feriadão de fim de ano. Nesta quinta-feira (4), o prefeito Bruno Reis afirmou que a próxima medida em relação ao serviço de transporte marítimo será a interdição.

“Nós aplicamos uma multa no valor de R$ 1 milhão pelos prejuízos causados aos consumidores e a próxima medida não há outra que não seja a interdição, diante do estado precário que se encontram as embarcações. Isso é para garantir a segurança e a prestação do serviço para à população”, disse Bruno.

Durante o feriado, a embarcação Paraguaçu ficou mais de duas horas à deriva no mar e, quando voltou a funcionar, apresentou uma pane elétrica.

Na terça-feira (2), a Internacional Travessias, responsável pelo sistema Ferry-boat de Salvador, foi notificada pela Diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor (CODECON) para prestar esclarecimentos sobre a queda de energia ocorrida a bordo. Em nota, a empresa informou que recebeu a notificação, e que prestará todos os esclarecimentos ao órgão municipal.

“Na noite deste domingo (01/01), a embarcação Rio Paraguaçu ficou sem energia por cerca de um minuto. O problema foi pontual e durou até a troca do gerador, não causando insegurança para a travessia e passageiros. A empresa reforça que todas as embarcações realizam travessias com pelo menos dois geradores operacionais. Portanto, caso o principal venha a falhar, o substituto passa a operar”, diz o comunicado.

Os usuários do sistema Ferry-Boat que se sentirem prejudicados na relação de consumo, seja na compra ou durante o uso do serviço, devem registrar a denúncia em um dos canais oficiais do órgão: Aplicativo Codecon Mobile, Aplicativo Fala Salvador, site (www.codecon.salvador.ba.gov.br), portal do Fala Salvador (www.falasalvador.ba.gov.br) ou através da Central de Atendimento Disque Salvador – 156.

O consumidor também pode denunciar presencialmente na Central Municipal de Atendimento ao Consumidor, que funciona de segunda a sexta-feira em dias úteis, das 8h às 17h, na Rua Chile, nº 3, Centro. Para mais orientações, o cidadão pode ligar para o número (71) 3202-6270.

 

Deixe uma resposta

Descubra mais sobre LF News -

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading