setembro 23, 2020

970×90

Prefeitura já entregou mais de 2.7 mil cestas de alimentos para grupos em situação de vulnerabilidade social

Prefeitura já entregou mais de 2.7 mil cestas de alimentos para grupos em situação de vulnerabilidade social

Com o prolongamento das medidas de distanciamento social, a Prefeitura vem mantendo a entrega de cestas básicas na cidade. Ao todo, desde o início da pandemia, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania (SEMDESC), por meio do Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional (DESAN), já entregou 2.794 cestas de alimentos para grupos vulneráveis ou que tiveram sua situação econômica afetada por conta da pandemia.

Na última sexta-feira (31), a Prefeitura finalizou mais uma entrega de cestas básicas para os comensais cadastrados no Restaurante Popular e Cozinha Comunitária da Itinga. A ação, coordenada pela SEMDESC, foi iniciada em março, após decretos com medidas de prevenção ao novo coronavírus. O público-alvo é formado por idosos e pessoas com doenças crônicas, que estão nos grupos mais vulneráveis à doença. As entregas são feitas em domicílio, para evitar aglomerações em filas e exposição nas ruas. Ao todo, já foram entregues 833 cestas para os munícipes cadastrados. Sendo 419 para os idosos e 414 para pessoas com doenças crônicas.

Givaneide Pereira da Silva, 37 anos, foi uma das pessoas contempladas pela ação. “Essas cestas básicas estão nos ajudando muito. Eu não trabalho, pois estou doente no momento. Meu marido é autônomo. Às vezes, acha trabalho, mas muitas vezes não acha. A dificuldade é muito grande, então essas cestas de alimentos que estamos recebendo são muito bemvindas”, disse.

Além da entrega de cestas para comensais, a SEMDESC também está realizando a distribuição de kits alimentos para as famílias de crianças e jovens assistidos pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Já foram entregues 577 kits. Sendo 295 na primeira etapa e 282 na segunda. A ação é mensal e os kits devem ser retirados pelos responsáveis dos assistidos.

Dona Valdomira destacou a importância dos kits entregues pela Prefeitura. “A cesta é muito importante, porque eu que crio meus netos, então é uma grande ajuda receber estes alimentos”, ressaltou a aposentada, que tem uma neta atendida pelo Serviço de Convivência. O SCFV promove ações voltadas às trocas culturais e de vivências, desenvolvendo o sentimento de pertencimento e fortalecendo os vínculos familiares. O equipamento atua como complemento do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família – PAIF, que atualmente acolhe a cerca de 8.400 famílias.

Essas ações têm o objetivo de garantir a alimentação dos grupos vulneráveis, que estão, nesse momento, respeitando as medidas de isolamento social. Os equipamentos estão temporariamente fechados, mas a política de segurança alimentar e nutricional está sendo mantida no município.

A secretaria também realizou a doação de 1.384 cestas para outros grupos em vulnerabilidade social, tais como ambulantes, pacientes crônicos de saúde, mães com crianças portadoras de microcefalia ou outras deficiências, público atingido pela chuva e mulheres assistidas pelo Lélia Gonzalez. Além disso, a SEMDESC também está entregando cestas para famílias já atendidas pelos CRAS, CREAS e Bolsa Aluguel.

Jornalista: Iana Silva
Foto: Lucas Lins
ASCOM/PMLF
04/08/2020
www.laurodefreitas.ba.gov.com

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde