abril 20, 2019

970×90

Prefeitura notifica donos de imóveis às margens do rio Sapato e instala posto avançado em Buraquinho

Prefeitura notifica donos de imóveis às margens do rio Sapato e instala posto avançado em Buraquinho

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Lauro de Freitas (Semarh) instala, entre os dias 25 a 27, um posto avançado no loteamento Jardim do Atlântico, no bairro de Buraquinho, para atender 52 moradores com residências localizadas às margens do rio Sapato notificadas pelo órgão. A ação integra o projeto de despoluição do afluente e atende à determinação do Ministério Público da Estadual (MPE) de suspender a emissão de agentes poluidores na extensão do rio.

De acordo com o secretário da Semarh, Alexandre Marques, uma lista com os nomes dos domiciliados e seus endereços foi publicada no Diário Oficial do Município (DOM) no dia 12 de março. “Os citados devem apresentar neste posto avançado documentos que atestem a tipologia, a manutenção e operação do sistema de esgotamento sanitário adotado pelo imóvel e a destinação final do efluente tratado por este sistema”, explicou. O posto vai funcionar das 9h às 16h.

Após este período, o posto avançado seguirá em atendimento aos moradores de Vilas do Atlântico e por fim aos residentes em Ipitanga. “As notificações serão previamente publicadas no DOM. O não comparecimento ou a não apresentação da documentação exigida será denunciada ao MPE para as devidas providências jurídicas cíveis e criminais”, alertou o secretário.

*Ações conjuntas integram Projeto de despoluição*

Equipes técnicas da Semarh e Embasa intensificaram neste Verão a fiscalização e notificação de ligações irregulares identificadas nos bairros de Vilas do Atlântico, Ipitanga e Buraquinho que lançam no rio Sapato resíduos sólidos. Além de ligações clandestinas na rede de água pluvial, foi constatado o lançamento de esgoto doméstico no rio Sapato. As residências foram notificadas.

*Recuperação do Rio Sapato*

Com mais de sete quilômetros de extensão dos quais cinco percorrem o território de Lauro de Freitas, o Rio Sapato recebe, desde o segundo semestre do ano passado, a tecnologia EM 1. O líquido consiste de probióticos que devoram o material orgânico acumulado no fundo do afluente. São oito bombonas com aproximadamente 20 litros cada uma, distribuídas em trechos que vão do Centro Panamericano de Judô (CPJ) até o loteamento Miragem e Buraquinho.

De acordo com o secretário da pasta, Alexandre Marques, já nos três primeiros meses da aplicação do produto foi possível constatar melhora na coloração da água e aumento de peixes no rio. Segundo ele, amostras iniciais sinalizavam mais de 2 milhões de coliformes no Sapato, número que foi reduzido para 28 mil nas amostras seguintes e atualmente estão em 3 mil coliformes fecais por amostras nas águas atrás do CPJ e rua Elza Paranhos.

Jornalista Giovanna Reyner

ASCOM/PMLF

22/03/2019

Tel.: 3288 – 8671

www.laurodefreitas.ba.gov.br

Compartilhe isso
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: