dezembro 02, 2021

970×90

Prefeitura propõe ações para atrair empresas e transformar Lauro de Freitas em referência na geração de energia solar

Prefeitura propõe ações para atrair empresas e transformar Lauro de Freitas em referência na geração de energia solar

Com o objetivo de tornar Lauro de Freitas uma cidade referência em geração de energia solar, a gestão municipal realiza tratativas para atrair empresas produtoras. O assunto foi discutido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio, Serviços e Inovação Tecnológica (SMDE) com a Associação Baiana de Energia Solar (ABS), nesta terça-feira (23), no Centro Administrativo de Lauro de Freitas.

Segundo o titular da SMDE, Manoel Carlos dos Santos, a iniciativa resultará na geração de emprego e renda, qualificação e intermediação de mão de obra, além de contribuir para o meio ambiente. “O nosso propósito é atrair empresas que produzem energias limpas para se instalarem no município, para atender as necessidades da população e estender os seus serviços a outras cidades. As mudanças climáticas nos levam a pensar em novas possibilidades de energia e Lauro de Freitas tem tudo para sair na frente e se tornar referência”, afirmou.

Por ter uma característica de residências horizontalizadas, Lauro de Freitas possui boa radiação solar, o que contribui para o pleno funcionamento dos geradores e, consequentemente, para a produção de energia. A implantação de empresas do ramo na cidade resultará em economia para o bolso dos munícipes, conforme destacou o presidente da ABS, Giancarlo Smith.

“Hoje vivemos um cenário de falta de energia. Quando acontece isso, temos que acionar as termoelétricas, que tem impacto negativo no ambiente por queimar óleo e gás, o que é sentido na tarifa de energia. A energia fotovoltaica é a oportunidade que os munícipes têm de contribuir com o meio ambiente e pagar mais barato, somente a taxa mínima”, disse Smith.

O SAC Empresarial será um importante instrumento para auxiliar na instalação das empresas. Já o aproveitamento e a qualificação de mão de obra local ficarão por conta da Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Setrel).

A partir de agora, o assunto, que foi tratado inicialmente durante a participação da pasta no Congresso Brasileiro de Energias Renováveis, será compartilhado com outras pastas da gestão municipal para a construção do projeto.

A reunião também contou com a presença da superintendente de Ciências e Tecnologia, Elisangela Souza, e de Igor Nilo, coordenador de planejamento da Secretaria da Fazenda (Sefaz).

 

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde