maio 10, 2021

970×90

Previsão é de mais chuva em Lauro de Freitas. Equipes da Defesa Civil seguem de prontidão

Previsão é de mais chuva em Lauro de Freitas. Equipes da Defesa Civil seguem de prontidão

Equipes da Defesa Civil de Lauro de Freitas continuam em alerta por conta do grande volume de chuvas que têm ocorrido no município desde o início desta quinta-feira (8), chegando a 106 mm em alguns pontos da cidade. A previsão até a próxima segunda-feira (12) é de muita chuva, cerca de 90 mm, o que eleva o risco em alguns pontos críticos do município. Até o final da tarde desta sexta-feira (9) não foram registrados pontos de alagamentos, deslizamentos de terra ou famílias desabrigadas.

Lauro de Freitas é cortada por cinco rios e mais de 60 córregos, em razão dessa característica, em momentos de muita chuva é preciso que as equipes permaneçam em estado de alerta, ainda que a Prefeitura desenvolva preventivamente uma série de ações para evitar problemas decorrentes dos períodos chuvosos, como o monitoramento de áreas de risco e a desobstrução de córregos, canais e bueiros, ação realizada rotineiramente pela gestão municipal.

Obras estruturantes também estão sendo executadas em Lauro de Freitas para minimizar os problemas enfrentados pelo município nos períodos de muita chuva, como a macrodrenagem do Rio Ipitanga, em execução pelo governo do estado em parceria com a prefeitura, e da Avenida Brigadeiro Mário Epinghaus no centro da cidade, que está sendo realizada pela gestão municipal e vai quadruplicar a capacidade do escoamento das águas pluviais por meio do canal.

Estas obras, mesmo não estando 100% concluídas, já têm diminuído os problemas em alguns pontos críticos de alagamentos da cidade, a exemplo da Avenida Beira Rio, que historicamente registrava  grandes alagamentos. Nas últimas chuvas, o nível do rio foi contido pelos reservatórios de amortecimento da macrodrenagem do Rio Ipitanga, três deles já concluídos, de um total de seis.

Em caso de emergências relacionadas às chuvas, a população deve fazer contato por meio dos telefones 199, 3288-8628 e 9 9983-6678 da Defesa Civil, além do 156 do Centro Integrado de Mobilidade Urbana (CIMU), que monitora pontos críticos e de maiores movimentos através das mais de 300 câmeras espalhadas pelo município. O CIMU e a Defesa Civil atuam em regime de plantão 24h.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde