agosto 05, 2021

970×90

Previsão é de mais chuva em Lauro de Freitas no fim de semana. Equipes mantém trabalho preventivo

Previsão é de mais chuva em Lauro de Freitas no fim de semana. Equipes mantém trabalho preventivo

As fortes chuvas que atingem Lauro de Freitas desde a noite desta quinta-feira (15), com probabilidade de se intensificarem no final de semana, sábado (5%) e domingo (60%), colocam em alerta equipes da Prefeitura que estarão monitorando pontos críticos e atendendo possíveis ocorrências.

A cidade é cortada por cinco rios e mais de 60 córregos. Para evitar problemas decorrentes do período chuvoso, a Prefeitura desenvolve ações de prevenção como o monitoramento de áreas de risco e a desobstrução de córregos, canais e bueiros.

A desobstrução de rede de drenagem, por exemplo, é uma das medidas adotadas para evitar alagamentos no período, que ocorre historicamente entre os meses de abril e junho. Na manhã desta sexta-feira (16) a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra) realizou ações da Operação Chuva nos bairros da Itinga, Vila Praiana e Centro.

Outras obras estruturantes também contribuem para a diminuição dos problemas causados no período, como a macrodrenagem do Rio Ipitanga, em execução pelo Governo do Estado em parceria com a Prefeitura, e da Avenida Brigadeiro Mário Epinghaus, no centro da cidade, que está em andamento pela gestão municipal e vai quadruplicar a capacidade do escoamento das águas pluviais por meio do canal.

No entanto, mesmo com as obras estruturantes em execução, é necessário apoio da população através de medidas simples, como não jogar lixo nas vias. “O lixo entope bueiros e valas de drenagem, por onde corre água de chuva. Isso impede a água de seguir seu curso natural e por isso ela retorna para as casas causando os alagamentos”, explicou a coordenadora executiva da Seinfra, Rita Menezes.

A Defesa Civil conta com seis pluviômetros automáticos que auxiliam na prevenção de desastres meteorológicos, além de realizar vistorias, orientação técnica, colocação de lona plástica, capacitação de lideranças comunitárias, atendimento à população e recuperação de áreas atingidas.

Em caso de emergências relacionadas à chuva, a população deve fazer contato por meio dos telefones 199, 3288-8628 e 9 9983-6678 da Defesa Civil, além do 156 do Centro Integrado de Mobilidade Urbana (CIMU), que monitora pontos críticos e de maiores movimentos através das mais de 300 câmeras espalhadas pelo município. O CIMU e a Defesa Civil atuam em regime de plantão 24h.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde