setembro 25, 2021

970×90

Prisco descarta greve da PM, mas cobra diálogo com o governo

O deputado estadual e coordenador da Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares da Bahia (Aspra), Marco Prisco (PPS), descartou a possibilidade de a categoria cruzar os braços. Ao final da assembleia nesta sexta-feira (2), no Ginásio dos Bancários, Prisco criticou a falta de disposição do governo estadual em discutir as reivindicações da classe.
“A gente quer abrir uma porta de dialogo com o governo. O governo não cumpriu o acordo com a categoria. Começa hoje uma operação legal. Não podemos fazer greve”, afirmou, ao citar problemas nas condições de trabalho: “os policiais não têm colete, as viaturas sucateadas”, disparou.
O grupo, com cerca de 800 militares, saiu em passeata pela Avenida 7 até à Praça Piedade, onde rezaram em memória a policiais assassinados e também às vítimas e familiares da tragédia do voo da delegação da Chapecoense. “Estamos em assembleia permanente”, disse Prisco, ao informar que os policiais voltam a se reunir em assembleia na próxima terça-feira (6).

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde