Professores de universidades e institutos federais entram em greve por reajuste salarial a partir da próxima segunda-feira, 15

 Professores de universidades e institutos federais entram em greve por reajuste salarial a partir da próxima segunda-feira, 15

Professores de universidades e institutos federais aprovam greve para segunda-feira (15), reivindicando reajuste salarial e equiparação de benefícios dos servidores públicos federais aos do Legislativo e Judiciário ainda este ano. Servidores técnico-administrativos de pelo menos 30 institutos federais já estão em greve há um mês.

Docentes das universidades federais pedem reajuste de 22,71% em três parcelas iguais até 2026, enquanto o governo federal propõe reajuste zero este ano e 4,5% nos próximos dois anos. A categoria manterá serviços essenciais durante a greve e formará um comando local composto pela diretoria sindical.

Na quinta-feira (18), docentes da Universidade do Estado da Bahia paralisarão atividades por 24h, concentrando-se no Centro Administrativo da Bahia, exigindo abertura de negociações com o Governo Estadual. O lema do dia é “Não queremos viver pela metade”.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todo o conteúdo deste portal é protegido por leis de direitos autorais. Para republicação ou uso, entre em contato com nossa equipe de suporte.