novembro 25, 2020

970×90

Reabertura do comércio na RMS será unificada e condicionada a oferta de 25% de leitos em UTI, decidem prefeitos

Reabertura do comércio na RMS será unificada e condicionada a oferta de 25% de leitos em UTI, decidem prefeitos

Prefeitos da Região Metropolitana de Salvador anunciaram que a reabertura do comércio na região se dará de forma unificada e condicionada à disponibilidade de pelo menos 25% de leitos de UTI no Estado. A decisão foi acordada em reunião realizada nesta quinta-feira (16), com a participação de prefeitos e prefeitas dos municípios de Camaçari, Simões Filho, São Sebastião do Passé, Dias D’Ávila, Madre de Deus e Lauro de Freitas que sediou o encontro.

Em coletiva realizada após a reunião, no Centro Administrativo de Lauro de Freitas (CALF), transmitida pela página da instituição no Facebook, os prefeitos enfatizaram a decisão de construir um único protocolo de reabertura dos estabelecimentos comerciais. Para elaboração do documento serão realizadas oficinas para analisar, entre outras questões, as especificidades de cada município.

Durante o encontro, a prefeita Moema Gramacho destacou as ações que vem sendo desenvolvidas em sintonia com os municípios que compõem a RMS, ressaltou a importância da unificação das ações entre as gestões, e apresentou detalhes de como se darão os trabalhos para construção do protocolo de abertura do comércio, em grande parte suspenso desde o início da pandemia.

“Chegamos ao consenso de que só vamos reabrir quando tivermos 25% de leitos de UTI disponíveis no estado, ou seja, quando a ocupação cair para 75%. Vamos continuar mantendo o diálogo e só vamos abrir de forma conjunta, no mesmo dia, tendo como parâmetro um protocolo que também está sendo construído de forma unificada, guardadas as especificidades de cada município, contanto que não se prejudique as ações de controle da proliferação do vírus”.

A decisão dos municípios da RMS, no que diz respeito à abertura unificada, foi tomada para evitar a migração de moradores entre as cidades, caso um município retome as atividades e outros permaneçam com o comércio fechado.

A circulação de pessoas entre as cidades pode promover a proliferação do coronavírus. De acordo com a prefeita Moema Gramacho, a restrição de circulação noturna, iniciada em conjunto pelos municípios da RMS no dia 5 até o dia 12, já apresentou resultados positivos. Nesse período, houve uma redução de 9% na ocupação de leitos.

Participaram ainda da reunião os gestores Dr. Breno, de São Sebastião do Passé, Dinha Tolentino, de Simões Filho, Antônio Elinaldo, de Camaçari, Jailton Santana, de Madre de Deus, e Jussara Márcia, de Dias D’Ávila.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde