agosto 05, 2021

970×90

Referência para covid-19, PA Santo Amaro atendeu 33 mil pessoas em um ano de funcionamento

Referência para covid-19, PA Santo Amaro atendeu 33 mil pessoas em um ano de funcionamento

Um ano após o primeiro dia de funcionamento, o Pronto Atendimento Santo Amaro de Ipitanga (PASAI), referência na estabilização e diagnóstico de pacientes com síndromes gripais e respiratórias em Lauro de Freitas, recebeu 33.273 pessoas. A unidade iniciou o atendimento em 15 de abril de 2020, um mês depois do registro dos primeiros casos de infecção pelo coronavírus na Bahia, oferecendo além dos exames para diagnóstico para covid-19, de raio X, exames laboratoriais e eletrocardiograma.

 

De acordo com o boletim emitido pela unidade nesta terça-feira (13), em 363 dias de pleno funcionamento foram realizados no PASAI cerca de 510 eletrocardiogramas, 200 exames de laboratório, 4.229 exames de raio X, 8.616 testes rápidos, 5.625 testes swab e 1.088 swab rápido. No início deste ano, o PASAI ampliou a capacidade de atendimento passando de dez para 18 leitos. Atualmente a unidade conta com quatro leitos na sala vermelha e sete leitos na sala amarela, e mais sete leitos extras.

 

Diretor médico do PASAI, João Leandro Rocha declara que “o enfrentamento a pandemia e rotina hospitalar são exaustivas, mas cada pessoa recuperada que recebe alta compensa todos os esforços”. Para ele, o aniversário do equipamento é motivo de comemoração. 

“Até aqui, sensação de dever cumprido, em um ano foram mais de 700 regulações. Os dias são de intensa doação, às vezes saímos de casa na madrugada para dar suporte aos colegas plantonistas. O trabalho é de 24 horas por dia e sete dias por semana, mas gratidão por cada vida salva é inigualável”, contou.

 

Fluxo de atendimento

A unidade é organizada para realizar os atendimentos com padrões de segurança para impedir a contaminação de pacientes e funcionários dentro do PASAI. Na entrada, as cadeiras são dispostas com afastamento de 1,5 metros entre elas. Além disso, marcações no chão delimitam os espaços. Após realizar o cadastro na recepção, o paciente passa pela triagem com enfermeiro e segue para o atendimento médico clínico. “Já estive aqui outras vezes e sempre sou muito bem atendida”, declarou a dona de casa Leia Souza enquanto esperava pelo atendimento.

 

Estrutura

Na área externa do PASAI, a Prefeitura fixou um toldo para que os acompanhantes possam aguardar em segurança. A unidade conta com salas amarelas para quadros leves com leitos de observação, sala vermelha para quadros agravados com leitos equipados com ventilação mecânica e monitor multimétrico onde a pressão arterial, batimentos cardíacos e saturação de oxigênio podem ser aferidos, e sala de isolamento.

 

O PASAI conta com uma equipe multidisciplinar composta por médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, assistentes sociais e técnicos. Os servidores se revezam em plantões de 24h.  “Passo a maior parte do meu tempo aqui. Somos uma família que se apoia e se fortalece a cada perda de paciente ou a cada alta. Lutamos para que cada pessoa saia recuperada, essa é a nossa missão”, disse a coordenadora de enfermagem, Luana Nascimento.

 

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde