junho 12, 2021

970×90

Reforma administrativa de ACM Neto prevê uma economia de mais de R$ 104 milhões

O prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) anunciou ontem (30), que a proposta de reestruturação administrativa da gestão municipal prevê aumento de 16 para 17 secretarias. Duas pastas já existentes serão extintas e três serão criadas.

Na administração indireta, o número de órgãos será reduzido de 12 para dez, com a extinção de duas autarquias. Com as mudanças propostas, a prefeitura pretende economizar R$ 104 milhões anuais.

No total, o proposta prevê redução de 21 cargos comissionados e funções gratificadas, passando de 2.987 para 2.966.

Serão criadas as secretarias de Trabalho, Esportes e Lazer; de Política para Mulheres, Infância e Juventude; e de Comunicação. Outras três pastas serão transformadas. A Sucom será agora Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo, enquanto a Sindec passará a ser Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas.

Já a Secis será transformada em Secretaria da Cidade Sustentável e Inovação. Por outro lado, serão extintas a Sede e a Serin, assim como o Escritório Salvador Cidade Global, o Previs e a SPM. Com informações A Tarde / Renata Gomes LFNews

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde