julho 30, 2021

970×90

Ronda Maria da Penha completa três anos em Lauro de Freitas com mais de 2 mil atendimentos e ampliação de serviços

Ronda Maria da Penha completa três anos em Lauro de Freitas com mais de 2 mil atendimentos e ampliação de serviços

Importante equipamento de enfrentamento à violência contra a mulher em Lauro de Freitas, a unidade da Ronda Maria da Penha completa três anos de existência no município. Desde a sua criação, em 3 de julho de 2018, foram realizados cerca de 2.130 atendimentos, 12.750 contatos telefônicos, mais de 8.780 rondas, 11.308 abordagens, 32 cumprimentos de ordem judicial, 78 acompanhamento a outros órgãos, 11 prisões e outros 81 eventos, segundo dados disponibilizados pela Polícia Militar.

Os números expressivos mostram o compromisso com o bem-estar das mulheres que vivem em situação de violência e ressaltam a atuação do poder público no enfrentamento à violência de gênero, conforme afirmou a tenente Luana Queiroz, responsável pela unidade instalada em Lauro de Freitas.

“No momento em que a Polícia Militar chega na casa delas e estende as mãos para as mulheres, elas têm a certeza de que não estão sozinhas e de que podem contar com a ajuda do poder público para dar adeus ao ciclo violento. Para nós, é uma alegria enorme realizar esse trabalho e celebrar três anos dessa unidade, que tem como objetivo salvar a vida das mulheres”, afirmou.

Um dos objetivos a partir dessa nova fase é ampliar a divulgação dos serviços prestados pelo equipamento através do projeto que prevê a realização de palestras informativas nas Unidades de Saúde da Família (USF). A estreia do projeto ocorrerá em breve.

Lauro de Freitas foi o primeiro município da Região Metropolitana de Salvador (RMS) a receber uma unidade da Ronda e a primeira cidade a implantar uma Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres do país. A titular da Secretaria Municipal de Política para Mulheres, Juçara Neves, destacou que a Ronda Maria da Penha presta serviço essencial no enfrentamento à violência doméstica em Lauro de Freitas.

“Nos, da SPM, reconhecemos a seriedade e competência deste órgão que, com excelência, tem desenvolvido um trabalho de proteção e assistência às mulheres em situação de violência doméstica. A mulher é violentada toda vez que a sua dignidade e os seus direitos são violados. Portanto, essa luta é nossa!”, afirmou a secretária.

O programa não faz atendimento aberto, atua com assistência às mulheres que cumprem medida protetiva, e fiscaliza as medidas deferidas pelo juiz.

Ronda Maria da Penha

Criada pelo Governo do Estado em 2015, com a assinatura de um termo de cooperação técnica entre as secretarias estaduais de Políticas para as Mulheres (SPM-BA) e de Segurança Pública (SSP), Defensoria Pública, Ministério Público e Tribunal de Justiça da Bahia, o programa é reconhecido nacionalmente como importante equipamento de assistência às mulheres baianas com medida protetiva decretada pela Justiça.

A Ronda Maria da Penha no município tem sede no Espaço Aldeas de Segurança e Cidadania, na avenida Amarílio Tiago.

 

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde