Saiba quais orixás regerão o ano em 2024

 Saiba quais orixás regerão o ano em 2024

A virada do ano sempre vem acompanhada de significados, ligados sobretudo à fé. Nas religiões de matriz africana, um deles são os orixás que comandarão o ano. Em 2024, serão dois: Exu e Omolu.

O Babá André D’Ogum, Babalorixá do Terreiro Casa da Vitória, em Lauro de Freitas, explica que isso significa um ano de justiça, caminhos abertos e inovações na saúde. “É um ano de descobertas, tanto para o lado financeiro como para o da saúde, em tratamentos. É um ano em que quem fizer coisas erradas será punido, porque a justiça saiu na frente este ano. Os nossos governantes precisam ter muito cuidado, porque podem pagar um preço alto por aquilo que não cumprirem e que não levarem certo. Xangô pune, assim como Omolu e Exu”, diz o líder. Segundo ele, a esperança é que seja um período de prosperidade.

Orixá da cura e da doença, Omolu trará melhorias para a saúde, diz o babalorixá. “Ele é o orixá que leva as doenças. A gente não deve pedir saúde a Omolu. A gente pede para ele aliviar a dor, para levar as doenças, para não adoecer”, diz.

De acordo com a yalorixá Luciana de Onira, do terreiro Ilê Axé Oya Nereji Acorô Omim, 2024 trará boas respostas no campo da saúde. “Vêm muitos descobrimentos na parte cirúrgica, principalmente em coração, transplantes, muita coisa nova. É o momento de colher as coisas boas após a pandemia. É um ano que vai trazer equilíbrio e tomadas de decisão certas”, diz. Ela adiciona que a mãe de todos os orixás, Iemanjá, também reinará no segundo semestre.

Para André, será também um período positivo para a geração de empregos. “Exu vai querer mostrar um ano maravilhoso, para que dê tudo certo e as pessoas falem dele. Mas depende também dos homens, dos governantes”.

Ele pondera que, tendo em vista o índice de violência do ano passado, presentear Exu e pedir paz será importante em 2024. “O ano passado foi muito perigoso, então é essencial que se agrade muito a Exu, para pedir paz, que nos livre de assaltos e acidentes. “Exu significa o progresso, o desbravamento da vida, significa crescimento e caminhos abertos. Com Exu no lado positivo, eu acredito que terá solução para muita coisa. Mas, depende das pessoas quererem praticar”, afirma.

Para isso, nas primeiras segundas-feiras de cada mês, a Casa da Vitória prepara presentes para o orixá, num pedido de proteção e prosperidade. Com bebidas, farofas, frangos, acarajés, muitos doces e charutos, os agrados são dispostos em lugares como cruzamentos de ruas. Além disso, nesses dias, recebem as pessoas interessadas em conversar com o orixá.

“Exu aqui é tratado com amor e com carinho. As pessoas chamam o Tranca-Rua de padrinho, de amigo, têm um encanto por ele. Ele ainda é um orixá muito referido no sentido pejorativo, mas Exu é segurança e iluminação”, defende.

Deixe uma resposta

Descubra mais sobre LF News -

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading