Saiba quando os PMs baianos passam a usar bodycams

 Saiba quando os PMs baianos passam a usar bodycams

O governador Jerônimo Rodrigues (PT) revelou, nesta quarta-feira (10), a expectativa frustrada de utilizar as câmeras corporais em policiais militares já na Lavagem do Bonfim, na quinta (11). Os planos, no entanto, mudaram. 

A licitação para as câmeras corporais foi concluída em dezembro do ano passado e 200 bodycams serão doadas pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. De acordo com o governador, o material é norte-americano, e possui algumas exigências antes do uso.

Em dados divulgados nesta quarta-feira (10), a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) revelou que as câmeras serão entregues aos policiais a partir do mês de março. Serão, no total, 1.100 bodycams.

Em dezembro, foi publicado no Diário Oficial do Estado que a empresa Advanta Sistema de Telecomunicações e Serviços de Informática foi a vencedora da licitação para contratação das câmeras.

Serão investidos mais de R$ 23 milhões no equipamento, que deverá captar, transmitir, armazenar, gerir, além de realizar a custódia de evidências digitais obtidas nas atividades e diligências.

Em entrevista, o secretário da SSP-BA, Marcelo Werner, exaltou a redução no número de mortes violentas e salientou que o investimento na inteligência foi crucial para “minimizar erros”.

“Investimos muito nessa questão de inteligência, de investimento para que a gente possa direcionar o policiamento para minimizar erros, para minimizar exposições. Tudo isso para que nós possamos dar a melhor condição de trabalho ao nosso policial nesse enfrentamento diário das facções criminosas”, declarou.

Dados da SSP-BA

Dados divulgados nesta quarta-feira (10) pela SSP-BA também revelaram quantidade de mortes violentas, crimes contra o patrimônio, armas e drogas apreendidas, além de operações. 

No histórico, há ainda registros sobre a Força Correicional Especial Integrada, a Force, que atua na investigação contra policiais com desvio de conduta.

Foram realizadas 19 deflagradas com a Polícia Federal e o Ministério Público em 40 cidades baianas. No total, foram 40 pessoas presas, 160 mandados de busca e apreensão cumpridos, 40 mandados de prisão cumpridos, 115 armas de fogo apreendidas e R$ 764 mil apreendidos.

Deixe uma resposta

Descubra mais sobre LF News -

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading