Santa Bárbara abre o calendário de festas populares até o Carnaval; veja a programação

 Santa Bárbara abre o calendário de festas populares até o Carnaval; veja a programação

Após as pétalas vermelhas cobrirem o Pelourinho em homenagem a Santa Bárbara, o calendário de festas populares em Salvador se abriu. A partir dessa segunda-feira (4), as celebrações terminam apenas em fevereiro, mês do Carnaval.

Na sexta-feira (8), é comemorado o dia de Nossa Senhora da Conceição da Praia. A Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia, localizada no bairro do Comércio, recebe a população para celebrar uma homenagem à padroeira da Bahia, sendo a festa religiosa mais antiga do Brasil. Adorada pelos católicos e reverenciada pelos adeptos do candomblé, no sincretismo religioso a santa é Oxum, orixá das águas doces. Além disso, alguns artistas já deram início aos ensaios de verão, que também reúnem grandes públicos.

“Essa coisa de calendário é uma coisa antiga, se tinha um calendário oficial das festas populares, mas algumas foram acrescentadas depois fora do calendário. Como, por exemplo, a festa de São Nicodemus, que aconteceu na semana passada. Do calendário que se tornou mais ou menos oficial, Santa Bárbara passou a ser a primeira, porque a primeira quinzena de dezembro, é das Santas Mulheres”, relata o escritor, jornalista e colunista do CORREIO, Nelson Cadena.

A primeira quinzena começa com a homenagem para Santa Bárbara (4), seguida da Nossa Senhora da Conceição da Praia (8) e termina com Santa Luzia (13). A próxima festa popular acontece em janeiro, no dia 1º de janeiro, temos a festa de Boa Viagem e Bom Jesus dos Navegantes. “E outras festas foram desaparecendo completamente e outras ficaram. Por exemplo, a Nossa Senhora da Luz, que era uma festa que era feita na Pituba, ela desapareceu totalmente. Das que ficaram depois do Senhor do Bonfim, o calendário continua com a festa de Itapuã e a festa de Iemanjá”, explica Cadena.

Segundo o escritor, a maioria das festas não se tem registro de quando surgiram. Por conta dos veículos de imprensa, as datas foram sendo inventadas e com a repetição, elas se cristalizaram.

Confira as datas:

DEZEMBRO

Nossa Senhora da Conceição da Praia

Dia: 08 de dezembro

Local: Bairro do Comércio

A Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia, situada no Comércio e é a terceira construída no local. A festa homenageia a padroeira da Bahia e Oxum, orixá das águas doces, além de ser considerada a festa religiosa mais antiga do Brasil.

Festa de Santa Luzia

Dia: 13 de dezembro

Local: Pilar, no Comércio

A festa junta fieis em longas filas para molharem os olhos com a água milagrosa de Santa Luzia. Esta água corre dia e noite da fonte na gruta da Igreja de Nossa Senhora do Pilar e Santa Luzia. Alguns fieis levam garrafas para armazenar a água e ambulantes vendem toalhas bordadas com o nome da santa para que as pessoas possam secar os olhos depois.

Festival Virada Salvador

28 de dezembro até 01 de janeiro

Local: Boca do Rio

Organizado pela Prefeitura de Salvador, o Festival Virada Salvador trará cinco dias de música. São mais de 70 horas de canções com mais de 40 atrações musicais confirmadas.

Festa de Boa Viagem e Bom Jesus dos Navegantes

31 de dezembro e 1 de janeiro

Local: Cidade Baixa

Com duas procissões marítimas, onde a primeira acontece no último dia do ano com um percurso do Largo da Boa Viagem até a Basílica da Conceição da Praia e a segunda ocorre no primeiro dia do ano, uma das mais populares da cidade. Centenas de embarcações acompanham a Galeota Gratidão do Povo, que conduz a imagem de Nosso Senhor dos Navegantes pelas águas da Baía de Todos os Santos.

JANEIRO

Folia de Reis (Dia de Reis)

06 de janeiro

Local: Largo da Lapinha.

Após missa celebrada às 18h, ocorre o tradicional desfile dos Ternos de Reis. A Folia de reis é celebrada na religião católica com o intuito de comemorar a visita dos três Reis Magos ao menino Jesus.

Lavagem do Bonfim

16 de janeiro

Local: Caminhada do Comércio até a Igreja do Bonfim.

A lavagem traz a mistura entre o sagrado e o profano com a festa e a procissão religiosa. A tradicional festa acontece na segunda quinta-feira do ano e é considerada como a maior manifestação popular da Bahia. O festejo começa em frente à Igreja da Conceição da Praia, onde acontece um Culto Ecumênico. Depois, dá-se início a uma caminhada de 8 km até a Igreja de Nosso Senhor do Bonfim.

São Lázaro

27 de janeiro

Local: Federação

Devotos de São Roque, São Lázaro e Omolu se reúnem nesta data para prestar homenagens. O protetor dos enfermos, desamparados e dos animeis é celebrado no último domingo de janeiro, mas também é dia de Omulu, o orixá da saúde. A tradicional festa de celebração à Omulu é marcada pela com lavagem da escadaria da igreja de São Lázaro, velas acesas e banho de pipoca.

FEVEREIRO

Festa de Yemanjá

02 de fevereiro

Local: Rio Vermelho

Na madrugada, tudo começa quando religiosos, turistas e devotos se unem para oferecer oferendas e pedidos nos balaios que ficam na Casa do Peso no Bairro do Rio Vermelho, a Casa de Iemanjá. A orla do Rio Vermelho é tomada pelas cores azul e branco, representando Yemanjá. No final do dia, um cortejo de barcos leva os balaios cheios de flores para alto mar. Emocionante!

Lavagem de Itapuã

13 de fevereiro

Local: Itapuã

Os festejos reúnem manifestações sagradas e profanas em torno da Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Itapuã. Por volta do meio dia, as baianas iniciam a lavagem das escadarias da Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Itapuã, que fica na Praça Dorival Caymmi, com muita água de cheiro. Pela tarde acontece a festa profana que é regada com muita comida e bebida, além de haver os cortejos e desfiles.

Fuzuê / Pré-Carnaval de Salvador

03 de fevereiro

Local: Circuito Orlando Tapajós (Barra)

Grupos culturais, folclóricos e tradicionais se juntam a bandas de chão para trazer os foliões no Circuito Orlando Tapajós: contra-fluxo no circuito Dodô (de Ondina em direção à Barra), entre o Clube Espanhol e o Farol da Barra para o primeiro dia do pré-carnaval.

Furdunço / Pré-Carnaval de Salvador

04 de fevereiro

Local: Circuito Orlando Tapajós (Barra)

Bandas e grupos artísticos fazem o contra-fluxo do tradicional circuito Dodô, conhecido como Orlando Tapajós, que começa em Ondina e vai até à Barra no segundo dia de pré-carnaval.

Carnaval de Salvador

08 a 13 de fevereiro (quinta a terça-feira)

Circuitos Dodô (Barra-Ondina), Osmar (Campo Grande), Mestre Bimba (Em Amaralina) e Batatinha (Pelourinho)

Quarta de Cinzas

14 de fevereiro

Local: Circuito Dodô (Barra-Ondina)

O arrastão da Quarta de Cinzas celebra o fechamento do Carnaval de Salvador.

Descubra mais sobre LF News -

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading