setembro 25, 2021

970×90

Saúde, mobilidade e educação são os principais destaques do PPA 2022-2025 de Lauro de Freitas

Saúde, mobilidade e educação são os principais destaques do PPA 2022-2025 de Lauro de Freitas

O resultado do Plano Plurianual (PPA) 2022-2025 de Lauro de Freitas, apresentado na noite desta terça-feira (24), em live realizada nas redes sociais da Prefeitura, apontou as principais prioridades demandadas pela população do município: saúde, trânsito e transporte e educação. O PPA, construído com a participação da população, segue agora para votação na Câmara Municipal de Vereadores.

Durante as quatro audiências realizadas pelo PPA, iniciadas no mês de fevereiro deste ano, e por meio de formulário disponibilizado no site da Prefeitura, foram submetidos à população 17 temas relacionados à gestão municipal, para que os munícipes apontassem suas prioridades para os próximos quatro anos. Ao final da coleta da opinião popular, foram recebidas 631 indicações, 242 delas relacionadas à saúde, trânsito e transporte e educação.

O atendimento para pessoas com deficiência intelectual e a ampliação das visitas de agentes de saúde a idosos foram algumas das demandas da população, além do aumento do número de unidades de saúde. Entre os anos de 2017 a 2020, a administração municipal alcançou avanços na área, como a reabertura de 14 postos de saúde e a construção de mais três. A cobertura de atenção básica no município saltou de pouco mais de 50% para 93% este ano.

Em 2017 a gestão reabriu o Hospital Jorge Novis, onde já foram realizadas mais de três mil cirurgias. Outros avanços já anunciados pela Prefeitura serão a transformação do Menandro de Faria em Hospital Materno Infantil, assim que a demanda do equipamento for transferida para o Hospital Metropolitano, e a transferência do PA Nelson Barros para a área do Hospital Escola UNIME, com o incremento de diversas especialidades médicas antes não atendidas no PA.

A prefeita Moema Gramacho destacou a importância do PPA ser construído desde 2005, sua primeira gestão, com a participação popular, viabilizada este ano de forma online em função da pandemia do novo coronavírus. A gestora também ressaltou os avanços dos últimos anos. “Ainda temos muito a fazer e o PPA aponta para nós os caminhos. Recebemos hoje esta construção feita a muitas mãos e vamos trabalhar juntos na reformulação do que for preciso e na construção de novos projetos”.

Na área da educação as demandas foram pela ampliação e atualização do acervo das bibliotecas escolares e a construção de novas creches. Nos dois últimos anos a Prefeitura entregou duas novas creches no Bairro da Itinga, no entanto, a necessidade levantada pela população será atendida com os recursos dos precatórios do FUNDEF. O recurso será utilizado na construção de novas escolas e creches, algumas destas obras com processo de licitação já em andamento.

A ampliação da educação de qualidade para todos também está garantida pela construção de um novo colégio de segundo grau no Bairro de Portão e de um novo Centro Estadual de Educação Profissional (CEEPTIC) no Centro, obras já anunciadas pelo Governo do Estado em parceria com a Prefeitura. Nesta terça-feira (24) a educação deu um novo passo para o uso da tecnologia como aliada do ensino, iniciou a distribuição de tablets para alunos e professores da rede municipal, em um total que chegará a mais de 21 mil aparelhos.

A população também demonstrou o desejo em ter uma melhor mobilidade. A chegada do metrô a Lauro de Freitas, uma parceria do Governo do Estado e a Prefeitura, mudou a vida de quem usa transporte público na cidade, mas a gestão pretende ampliar este avanço, com a extensão do metrô até Portão ou um outro tipo de modal, além da implementação de uma nova frota de ônibus para levar os moradores dos bairros até a estação do metrô.

Desafios

Para o secretário municipal da Fazenda, Luiz Cláudio Guimarães, responsável pela coordenação do grupo de trabalho do PPA, que contou com a participação de diversas secretarias, a exemplo da Controladoria Geral do Município (CGM) e Secretaria de Governo (SEGOV), o desafio da gestão é grande.

“A partir do próximo ano a gestão terá um novo norte de planejamento e ações que foram apresentadas pela população. O grande desafio que temos pela frente é garantir os investimentos necessários para viabilizar essas realizações, o que aumenta muito a nossa responsabilidade, daí a importância de estarmos aqui com secretários de diversas pastas em uma discussão aprofundada sobre todas estas demandas”.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde