setembro 25, 2021

970×90

Segmentos econômicos de Lauro de Freitas comemoram lançamento do Programa Cidade Solidária e Sustentável

Segmentos econômicos de Lauro de Freitas comemoram lançamento do Programa Cidade Solidária e Sustentável

O lançamento do Programa Cidade Solidária e Sustentável, realizado pela Prefeitura de Lauro de Freitas nesta quinta-feira (10), foi recebido com entusiasmo pelas entidades representativas de segmentos da economia do município. O programa, que busca o aquecimento da economia do município durante e pós-pandemia, reúne 16 ações voltadas para a geração de emprego e renda, fomento à produção e consumo local e qualificação de mão de obra.

Realizado no canal da Prefeitura de Lauro de Freitas no Youtube, o lançamento contou com a participação, via aplicativo zoom, de representantes de diversos segmentos econômicos, entre eles a Associação Baiana de Supermercados (ABASE), Sindicato dos Comerciários de Lauro de Freitas (SINCOMÉRCIO), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Lauro de Freitas, Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL) e Associação Comercial e Empresarial de Lauro de Freitas (ACELF).

O potencial do Programa para atração de investimentos para Lauro de Freitas foi destacado por Diego Araújo, diretor secretário da ACELF. “Lauro de Freitas tem condições de aflorar como referência de desenvolvimento econômico e social, e o esforço coletivo da gestão municipal, nesse sentido, já têm mostrado resultados. Durante muitos anos grande parte da riqueza produzida aqui acabava escoando para fora do município e agora chegou a hora de mudar este paradigma, seguiremos nesta parceria com a Prefeitura”.

O dinamismo da economia de Lauro de Freitas, mesmo diante da crise provocada pela pandemia no novo coronavírus, foi demonstrado pelo ranking divulgado no início desta semana pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. De acordo com o levantamento, Lauro de Freitas é o município que mais gerou empregos formais na Bahia no mês de abril deste ano, registrando saldo positivo de 2.058 empregos, com destaque para os setores de serviço e construção civil.

Mesmo com o cenário positivo, ainda há muitos desafios a serem enfrentados pelos segmentos econômicos, conforme destacou Luiz Henrique Amaral, presidente executivo da ABRASEL, que parabenizou o programa lançado nesta quinta-feira (10). “Quero parabenizar a Prefeitura por essa atitude e pela postura adotada desde o início da pandemia, assumindo a liderança das ações com total interlocução com todos os segmentos. Este diálogo franco e aberto nos trouxe até a construção deste programa, que é resultado da transformação desta postura em ações concretas.”

O crescimento do município mesmo diante da crise e a forma como a gestão municipal tem lidado com o momento atual, também foram aspectos destacados por Mauro Rocha, superintendente da Associação Baiana de Supermercados (ABASE). “A Prefeitura está de parabéns por ações como esta, que vem consolidando um trabalho de liderança. Lauro de Freitas tem crescido muito e gerado empregos, estamos apostando em mais esta ação da gestão, que pode continuar contando com todo o setor produtivo do varejo de alimentos e com a ABASE.”

O diálogo com todos os segmentos econômicos para tomada de decisões durante a pandemia, especialmente as que afetam diretamente o funcionamento dos estabelecimentos comerciais, como a suspensão de determinadas atividades, foi estabelecido desde o início da crise sanitária atual. O modelo adotado pela gestão municipal para o gerenciamento deste processo também foi ressaltado pelo presidente do Sindicato dos Comerciários de Lauro de Freitas, José Carlos Guri.

“A Prefeitura está de parabéns pela iniciativa e acima de tudo pelo modelo de gestão, uma construção dialogada com todos, e pelo formato como o Programa foi construído, pensado para tornar Lauro de Freitas uma cidade sustentável, com geração de emprego, renda e qualificação da mão de obra. O comércio do município é importante para toda a Região Metropolitana, daí a necessidade de trabalhar políticas como essa, transversais e dialogadas com todos os entes envolvidos,” declarou Guri.

 

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde