julho 28, 2021

970×90

Segunda audiência do PPA qualifica debate sobre ações de proteção ao meio ambiente em Lauro de Freitas

Segunda audiência do PPA qualifica debate sobre ações de proteção ao meio ambiente em Lauro de Freitas

Propostas de ações práticas que podem dar resultados na proteção ambiental do município de Lauro de Freitas estiveram entre as sugestões mais citadas, nesta terça-feira (15), durante a segunda audiência pública do Plano Plurianual (PPA) 2022-2025. Demandas relacionadas à infraestrutura, limpeza urbana, transporte e saneamento também foram tratadas na sessão transmitida pelo canal da Prefeitura no Youtube, e com link para participação popular por videochamada.

Em execução no município, a obra de esgotamento sanitário foi ressaltada pela prefeita Moema Gramacho como a principal ação para resolver problemas ambientais. “O duto que levará efluentes para o emissário submarino já está pronto. A elevatória mãe também. Outra obra que tem a ver com infraestrutura e meio ambiente é a macrodrenagem dos rios Ipitanga e Joanes. Além disso, temos negociações com outros municípios da metropolitana, que jogam seus esgotos no rio Joanes, voltadas para ações pontuais integradas”, discorreu.

Convidado para participar, o secretário Estadual de Desenvolvimento Urbano (SEDUR-BA), Nelson Pelegrino, pontuou, em relação ao desenvolvimento de forma integrada, que o Estado está em processo de elaboração do PDUI – Plano Diretor Urbano Integrado -, uma ferramenta que possibilitará a execução de estratégias harmonizadas com questões relacionadas à Região Metropolitana. Em Lauro de Freitas, a conexão do metrô entre município e capital é um exemplo na integração da mobilidade urbana.

Ainda no tocante às propostas para preservação do meio ambiente, o munícipe Fernando Borba levantou a questão da vazão ecológica dos rios Ipitanga e Joanes, com a liberação de um grande volume de água das barragens correspondentes para diluição dos esgotos. Investimentos em projetos de reutilização de água e ações de educação ambiental também foram apontados por Borba. Em outra sugestão, o morador Elivio Silva destacou a necessidade de revitalização do rio Sapato como um vetor verde, através da implantação de mais infraestrutura.

O secretário Municipal de Meio Ambiente, Alexandre Marques, ressaltou que uma reestruturação na pasta ampliará as ações voltadas para essa temática. Marques ainda relatou que durante a pandemia algumas demandas, como a de poluição sonora, aumentaram no município. Ele também reforçou a necessidade de atualizar leis, expandir projetos educacionais, de reflorestamento e de fiscalização.

Trânsito e infraestrutura

No canal de sugestões popular para o Plano Plurianual, criado pela Prefeitura por meio do link (laurodefreitas.ba.gov.br/ppa/), o assunto trânsito e transporte é o segundo maior com demandas apontadas pelos munícipes. Entre soluções para o melhoramento do fluxo no trânsito, estão os projetos de duplicação da Rua Dr. Gerino de Souza e o prolongamento da Avenida Dois de Julho, citados pelo secretário da SETTOP, Olinto Borri. Um modelo de transporte público que inclui mobilidade interbairros, com ligações às estações de transbordo e rotas de transportes alternativos também foi destacado.

Na infraestrutura, o secretário da pasta Roque Fagundes relatou que somente neste ano 16 ruas pavimentadas foram entregues. 52 vias estão com obras em execução e outras 12 com projetos de pavimentação e urbanização a serem iniciados. A entrega de equipamentos esportivos e outras obras em execução também foram citadas por Fagundes. A obra de macrodrenagem do Canal Mário Epinghaus, que está em fase final, foi lembrada como uma das principais intervenções na infraestrutura do município.

Todas as demandas encaminhadas pela população e debatidas nas audiências públicas do PPA farão parte da peça de planejamento para os anos de 2022 a 2025. A terceira sessão de escuta popular será realizada no dia 22 de junho, com o debate de assuntos ligados à cultura, turismo, políticas afirmativas e mulheres. A quarta audiência está programada para o dia 29 deste mês, e a devolutiva da construção do Plano Plurianual será realizada no dia 10 de julho.

 

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde