junho 12, 2021

970×90

Sem foro privilegiado, Geddel pode cair nas mãos de Sérgio Moro

Fora da equipe de Michel Temer (PMDB) ao se demitir do cargo da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB) não tem mais o chamado foro privilegiado e agora qualquer processo referente a ele, que iria para o Supremo Tribunal Federal, poderá ser julgado na primeira instância. Com isso, Geddel pode voltar a ficar nas mãos do juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, responsável pela Operação Lava Jato.

Isso porque Geddel já foi citado pelo delator Lucio Funaro, ligado ao ex-deputado Eduardo Cunha e que chamou o atual ministro de “boca de jacaré”. Segundo Funaro, Geddel era “boca de jacaré” por tentar conseguir uma transação do FI-FGTS (fundo de investimento do FGTS) que totalizou RS$ 330 milhões que o favoreceria. Segundo Funaro, Geddel “é boca de jacaré para receber e carneirinho para trabalhar e ainda reclamão”.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde