setembro 22, 2019

970×90

Transporte por aplicativo amplia demanda de locadoras de veículos

Transporte por aplicativo amplia demanda de locadoras de veículos

O transporte por aplicativo tem sido a saída para muitos brasileiros que ficaram desempregados devido à crise econômica e financeira que afeta o país. O serviço tem contribuído também para o aumento da demanda de outros setores, como o de locação de veículos.

De acordo com dados enviados pela Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (ABLA), os motoristas por aplicativos são responsáveis por cerca de 15% do total de carros alugados.

“Carro alugado sempre foi solução de mobilidade, mas hoje, com a cultura de pagar pelo uso em vez da posse, estimulada inclusive pelos aplicativos de transporte, essa tendência ficou mais nítida. Existe um enorme potencial de crescimento também nesse segmento”, disse o presidente da entidade, Paulo Miguel Junior.

Para se ter uma ideia, o número de diárias de locação quase que dobrou de 2017 para 2018. Segundo a ABLA, o montante passou de 27,2 milhões para 43 milhões em um ano.

Conforme números estimados pelas empresas de aplicativos, já são mais de 600 mil veículos prestando serviços nessa modalidade de transporte no Brasil. Desse total conforme avaliação da ABLA, entre 10% e 15% são automóveis alugados pelos motoristas junto às empresas de locação.

“As empresas de locação já se tornaram as maiores compradoras de veículos do país, adquirindo um a cada cinco carros que saem das montadoras. O total de veículos em nome das locadoras superou a marca de 826 mil unidades ao final de 2018, com a idade média dessa frota girando em torno de 17 meses”.

Facilidade – Surfando na onda do crescimento de transportes por aplicativo, as locadoras de veículos têm articulado para se consolidar nesse novo nicho de negócios, oferecendo para os motoristas de aplicativos facilidades na locação.

É possível identificar a parceria entre as empresas desses segmentos no próprio site da Uber, que disponibiliza opções de locadoras a seus parceiros, com descontos que chegam a 50%.

A estimativa hoje é que, dos cerca de 500 mil motoristas que atuam por meio de aplicativos, 100 mil estejam trabalhando com veículos alugados. Tem surgido, inclusive, startups especializadas em veículos com pacotes para motoristas de aplicativos.Uma delas é a Kovi, que desde o final do ano passado atua com atendimento personalizado e com preços mais competitivos.

Segundo publicação da revista Pequenas Empresas Grandes Negócios, para passar uma semana com o veículo, com o serviço da startup, o cliente precisa pagar R$ 369 – valor que, de acordo com empreendedor Adhemar Milani, criador da Kovi, seria de 5% a 10% mais barato do que em locadoras tradicionais.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: