novembro 23, 2020

970×90

Três adolescentes de 16 e 17 anos são assassinadas em Camaçari

Três adolescentes de 16 e 17 anos são assassinadas em Camaçari

Na noite da última sexta-feira (26), três adolescentes foram executadas com tiros na cabeça, no interior de uma residência, localizada no município de Camaçari, município vizinho a Lauro de Freitase Região Metropolitana de Salvador. As vitima foram identificadas como: Emily Lampanche Rocha, 17 anos; Renata Carneiro Cruz, 17 e Vitória Natalina Carneiro Cruz, 16.

Segundo informações da polícia, a CENOP tomou conhecimento através do Cb da PM Leandro, de que havia chegado no Hospital Geral de Camaçari (HGC) naquele momento alvejado com um tiro no ouvido que atravessou o queixo Ikson Alan Mota Pinho, 16 anos informando, e que segundo a tia do mesmo, a qual que havia prestado socorro, haviam mais duas meninas dentro da casa que provavelmente estariam alvejadas.

A CETO 1221 sob o comando do Sgt Lima, a qual já estava no bairro Nova Vitória, foi para o local e informou que haviam três meninas mortas e enviou as fotos para a CENOP, informou também, que segundo moradores, um carro vermelho com elementos encapuzados foram direto na casa e já atirando.

O proprietário da casa Manoelito da Conceição da Silva foi conduzido para a delegacia para prestar declarações, segundo ele a casa estava alugada ao namorado de Emily. Segundo o Cb Josemar quando o mesmo estava registrando o fato na delegacia foi informado pelo agente que a mãe de uma suposta quarta vítima de nome Jackson de Jesus dos Santos foi levado pelos meliantes e provavelmente estava alvejado, mas até o momento este último não foi confirmado.

O fato foi registrado na 18ª Delegacia Territorial de Camaçari.

Investigação

Informações colhidas pela polícia de Camaçari, dão conta de que, um adolescente que estava no local e que também foi baleado, mas socorrido, informa que os autores chegaram encapuzados, e deflagraram tiros contra os mesmos, e levaram JACKSON, que é também traficante da Nova Vitória.

Ainda na noite de sexta-feira, chegou informação da delegacia, de que a autoria foi de JACÓ (que mataram a irmã no dia da Operação Camaçari em paz), um outro conhecido como Catchup e Bruno BR, todos do grupo de KILA. “As vítimas eram do grupo de CAPENGA, inclusive as meninas. Tínhamos a informação de que Renata estava trazendo drogas de Capenga para a Nova Vitória. As outras duas são namoradas de Ickson e Jackson”, finalizou um dos policiais.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde