dezembro 07, 2021

970×90

Uber expulsa policial que trabalhava como motorista e matou três em tentativa de assalto

A Uber – empresa responsável por prestar serviço de transporte – divulgou uma nota nesta segunda-feira (7/10), informando que o policial militar que trabalhava como motorista do aplicativo e, matou três ladrões ao reagir a uma tentativa de assalto em São Paulo, no sábado (5/10), será excluído do serviço. A Uber informou ainda que o porte de armas é proibido em viagens pelo app e que está medida é para os motoristas e passageiros.

“Durante uma viagem solicitada por meio do aplicativo, a Uber proíbe o porte de armas de fogo de qualquer natureza a bordo do veículo, tanto para motoristas parceiros quanto para usuários. Qualquer pessoa que viole esta proibição perderá o acesso à plataforma da Uber”,  diz a nota divulgada para imprensa.

ENTENDA O CASO

No vídeo gravado por câmeras de segurança, é possível ver que o policial reagiu à tentativa de assalto, ele apontou uma arma para um dos assaltantes, que correu. O PM foi atrás, e os outros dois assaltantes abrem a porta do carro para fugir. Ele volta e atira neles, ambos que não resistiram aos ferimentos e morreram no local.

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

abaixo de Saúde