novembro 14, 2019

970×90

Um dos alvos da PF presidia sessão no TRT5 no momento da chegada dos agentes

Um dos alvos da PF presidia sessão no TRT5 no momento da chegada dos agentes

Um dos desembargadores do Tribunal Regional Federal da Quinta Região (TRT5), Esequias Pereira de Oliveira, ex-presidente da 5ª Turma da Casa, presidia uma sessão no momento da chegada dos agentes da Polícia Federal, que cumpriram mandados de busca e apreensão, na manhã desta quarta-feira (11), no âmbito da Operação Injusta Causa.

De acordo com fontes, policiais federais também estiveram na residência do desembargador, onde foi apreendido um HD. Ainda segundo informação de uma fonte que presenciou a ação na casa de outra desembargadora, o irmão dela tentou se livrar de documentos e telefone celular, jogando os objetos pela janela. 

A Operação Injusta Causa é fruto de uma Reclamação Disciplinar feita contra seis desembargadores baianos na Corregedoria Nacional de Justiça. O procedimento, de caráter administrativo, deu origem a uma ação que tramita em segredo no Superior Tribunal de Justiça. Ainda não há confirmação se todos os magistrados investigados na CNJ são réus no processo judicial.

Uma equipe esteve na sede do TRT5, no bairro de Nazaré, em Salvador, e acompanhou toda a ação da Polícia Federal. Pelo menos, cinco agentes saíram do prédio carregando malotes com documentos e eletrônicos apreendidos. A Operação Injusta Causa também investiga um escritório de advocacia da capital baiana e, por isso, foi necessária a presença da Comissão de Direitos e Prerrogativas da Seção Bahia da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BA).

Fonte: Bnews

Compartilhe
abaixo de Saúde

Sobre o autor

posts relacionados

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

abaixo de Saúde
%d blogueiros gostam disto: